22/04/10

Tecnólogo de Segurança do Traballho?????

O Tecnólogo de Segurança no Trabalho é um curso superior, existente em vários estados do Brasil. É um curso relativamente novo que tem como principal objetivo auxiliar os demais membros do SESMT.
O Ministério do Trabalho e Emprego, historicamente, adota o princípio da não regulamentação de nova profissão que conflite com funções de outra profissão já existente. Nesse contexto, é sabido que já existem profissões regulamentadas com funções específicas para a área de segurança do trabalho.
Essas funções cabem aos técnicos de segurança do trabalho, em nível médio, e aos engenheiros de segurança, em superior.
O CONFEA determinou em dezembor de 2010 que a alta segurança deve ser feita por um especialista, formado por um curso de 2 anos (especialização), já com a bagagem anterior de um curso de exatas de 5 anos. Acessem a pagina do CONFEA http://www.confea.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=620&pai=8&sub=8 Pesquisem no CREA/PR as atribuições profissionais quando a assinatura, se você for preposto da empresa você pode assinar qualquer laudo, mas sofrerá as conseqüências. Cuidado iniciaram investigação sobre instituições que estão oferecendo cursos e indicia-las por propaganda enganosa.
No mais:
  • A profissão não é regulamentada.
  • Não existe registro no Ministério do trabalho segundo informado pelo TRT.
  • Na Norma Regulamentadora (NR 4) que normatiza os serviços especializados em engenharia de segurança e em medicina do trabalho, não faz relação à função de tecnólogo.
  • Apesar de formação com carga horária igual ou superior a (2.500horas/aulas), com duração de três anos o formado não pode exercer a função de técnico ou equivalente, nem o substitui legalmente.
É sabido, ainda, que para execução das ações técnicas em segurança e saúde do trabalho, conforme a NR-4, há o SESMT composto por 4 profissões - Técnicos de Segurança do Trabalho, Engenheiro de Segurança, Médico do Trabalho e Enfermagem do Trabalho. No entanto, experiências têm demonstrado que, de acordo com as especialidades, mais de 20 outras profissões poderão fazer interface de forma complementar. Nesse quadro, o “tecnólogo em segurança” é absolutamente dispensável para não se sobrepor às funções dos técnicos de segurança e engenheiro de segurança do trabalho.
Fica evidente que os interressados em vender o curso de tecnólogo, que defendem a regulamentação dessa nova profissão, não são comprometidos com as relações de trabalho e com uma política de cursos profissionalizantes, por se tratarem de estabelecimentos de ensino que visam apenas vender um produto.
Não podemos admitir esta venda de sonhos, sabendo-se que o tecnólogo de segurança do trabalho não poderá fazer complementação para Engenharia de Segurança por falta de reconhecimento pelo MEC e Sistemas CONFEA / CREA.
Pode-se ler mais sobre o assunto em:
 
Depois tenta achar o registro de vocês em:
 
Depois no MEC:
 
 
Mas depois comparar a descrição que o MEC dá a vocês com a dos técnicos em Segurança do Trabalho...
 
 
Depois tenta achar algo no TRT falando sobre a regulamentação dos tecnologos em segurança do trabalho.
 
E antes de falarem a besteira de que o engenheiro será substituido por vocês, tenta descobrir como é que pode um profissional passar 7 anos estudando para ser substituido por outro que estudou 2 o u 3 (se não for EAD) e nem imagina como ele consegue fazer todas aquelas contas (que nesta área são um tanto que complexas). Isso sim é falta de respeito!
 
 Texto de Ramon Paixão (Técnico em Segurança do Trabalho) ramon_paixao@hotmail.com

221 comentários:

1 – 200 de 221   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

CAROS INVEJOSOS, NO MOMENTO PODE SER MOTIVO DE RÍTICAS, MAIS SAIBAM QUE VS TEC. DE SEGURANÇA DO TRABALHO (NÍVEL MÉDIO)COM TOTAL DO CURSO1200h E NÃO PASSA DISSO. OS ENGENHEIROS, PÓS GRADUADOS EM ENG.DE SEGURANÇA DO TRABALHO TÊM COM TOTAL DO CURSO 800hs. AGORA JUNTANDO O TOTAL DE HORAS. (TEC. 1200hs + ENGENHEIRO 800h= TOTAL DO CURSO 2000hs). CASO NÃO SAIBAM O TECNÓLOGO DE SEGURANÇA DO TRABALHO TÊM 2400 hs. CASO NÃO SAIBAM NÓS TECNOLOGOS PODEMOS FASER A PÓS GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO 800hs. ENTÃO CHEGAREMOS AO TOTAL DE 3200hs. HÁ EU JÁ IA ESQUCENDO, O NOSSO CBO É 2149-35 TECNÓLOGO EM SEGURANÇA DO TRABALHO E
ESTAMOS INCLUSOS NA FAMILIA DO CBO 2149 (ENG. DE PRODUÇÃO, QUALIDADE, SEGURANÇA E AFINS).
EM BREVE NR 4. E VCS. VÃO TER QUE ENGOLIR!

Anônimo disse...

Acho que o texto postado pelo Bruno um pouco ofensivo, mas foi exposto em partes a realidade. Sobre regulamentação, pouco adianta está regulamentado se não estiver no SESMT. As empresas em sua maioria estão interessadas em cumprir a legislação e conforme texto, o MTE não deve incluir essa profissão pelo fato de existir profissionais que executem as funções propostas.Ele não pode substituir o TST e nem o EST. E muito mais do que isso, há outras funções que há muito tempo tentam entrar no SESMT como ergonomista e higienista e não conseguiram até hoje e por isso acredito que os Tecnologos jamais entraram no SESMT. Sobre essa conversa de tecnologo fazer especialização em EST, acho q te ensinaram errado.

Anônimo disse...

É verdade nos dias de hoje temos maus profissionais na área de Segurança do Trabalho principalmente maus Técnicos e Engenheiros com Pós Graduação que só fazem a Pós por fazer e ganhar mais um Título almejando uma melhor colocação na Empresa que Trabalha ou seja quer abraçar o mundo com as mãos.
Creio que o Sol brilha para todos e os Tecnólogos em Seguraça do Trabalho vinheram para fazer a diferença sabemos que o CREA e o CONFEA são comandados por Engenheiros de diversas classes e por isso colocam uma pedra em cima para uma possível regulamentação do Curso de Tecnólogo pelos CREAS e pelo CONFEA de alguns Estados, sabemos infelizmente a politicagem manda nesse país e por isso ficamos de olhos fechados para não vermos o crescimento Tecnológico do nosso Brasil.
O meu apoio será sempre na visão de acrescentar mais um profissional na área de Tecnólogo em Segurança do Trabalho para melhor organizar o SESMT que em muintas empresas não passam de fachadas para dobrar o MTE.
Ou com apoio do CREA do CONFEA ou não eu digo sempre " Avante Tecnólogos em Segurança do Trabalho" e excpresso aqui a minha mensagem... " O homem é Arquiteto da sua própria Sorte"...
Abraços e muinta paz a todos, Técnicos, Tecnólogos e Engenheiros com Pós Graduação.....

Lis! disse...

Então gente, acho este festival de ofensa tão desnecessário, converso com vários técnicos e os mesmo são sempre extremamente críticos desdenhando a nossa formação como tecnólogo, qd comecei o curso ouvi tantos absurdos q até me deixaram na dúvida,disseram que o MEC não aprovaria o curso e aprovou o Edital deve sair até final deste ano (ao menos da facul onde cursei tanto que meu diploma já foi emitido pela UFPR com portaria do MEC e tudo) já temos CBO e semana passada consegui dar entrada no registro pelo CREA-PR estou no aguardo do retorno o que provavelmente demore um pouco devido ao Edital do MEC...agora esta faltando apenas a adequação da NR4 eu vejo como uma consequencia natural dos fatos. Acho que tem espaço pra todos mesmo pq não existe um gestor nesta area. Eu entendo a insegurança dos técnicos pois já vimos esta mesma situação com relação a area de enfermagem, lembram??? Atendente de enfermagem depois passou a ter somente auxiliar e agora a maioria é técnico ou seja, houve uma substituição que só trouxe beneficios a classe ok.
Por enquanto vamos apenas nos respeitar :o)

Milton Lioba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Meu nome é Junior,sou técnico,tecnólogo em segurança no trabalho,especialista em meio ambiente e ecologia,tenho registro no CRQ-MG,CBO 2149-35 trabalho em uma empresa de engenharia de grande porte e realizo meu trabalho juntamente com os técnicos e engenheiros de segurança onde desenvolvemos trabalho em equipe deixando qualquer tipo de preconceito e diferenças de lado e sim abraçando o profissionalismo.

Tecnico em segurança no trabalho= 1.200 h +200 do estágio
Tecnólogo em Segurança no Trabalho= 2400 H + 400 do estágio
Especialista em Meio Ambiente e Ecologia=800h
ABRAÇOS à todos e nao me arrependo em momento algum de ser Tecnólogo.

KELLY disse...

VCS SÃO LOUCOS, E PLANTAM AFIRMAÇÕES NEGATIVAS NA CABEÇA DE QUEM SÓ QUER SIMPLISMENTE SER UM PROFISSIONAL RECONHECIDO,E OUTRA!MELHOR SER UM TECNÓLOGO DE SEGURANÇA NO TRABALHO DO QUE ESTAR NAS RUAS FAZENDO PROGRAMA E VENDENDO DROGAS!! VALEU? CARINHOSAFSA@HOTMAIL.COM

Anônimo disse...

olá meu nome é Reginaldo e estou cursando e pretendo ser um tecnólogo em segorança no trbalho. Acho que o sol nasce para todos.Obrigado.

alexandre augusto disse...

Boa Noite a Todos, primeiramente, a civilidade e o respeito devidos aos próximos devem ser a base de tudo. Profissionais podem discordar, debater,entretanto nunca devem ofender .. isso contraria não só a formação mais elementar como a educação recebida no seio familiar.
Adentrando na seara da legalização da profissão de tecnologo em segurança do trabalho, tenho os seguintes comentários a tecer:
1- A CLT não menciona "engenharia de Segurança do trabalho " e sim "segurança e saúde". A inovação veio com a NR 4 , que destacamos é uma NORMA.
2- Existe no Brasil uma HIerarquia de Leis: na qual a Constituição, as Lei e os Decretos tem uma precedencia sobres as normas.
3- Os Tecnólogos em SST estão amparados não só pela COnstituição como pelas Leis.
4-Até agora não houve ninguem que tenha entrado com o remédio certo para reverter esta condição.
5- Ressalto que de acordo com a Lei vigente, que qualifica e torna o trabalhador apto para o mercado do trabalho é o MEC e o diploma, assim não pode haver discriminação entre profissoes correlatas.
6- Só a título de informação a formação em Engenheiro, Arquiteto ou agronomo de acordo com a primeira lei que a regulamentou nem previa que tal profissional se relacionasse com pessoas. COmo è imprencidivel no Labor com SSt. Ressalto que o Bacharelando e o tecnologo tem enfoques completamente diferentes,e no caso em concreto o tecnologo ganha disparado. Por que os Engenheiros quando se formam não estão preparados para execer a Profissão de SSt nós sim.
Eles tem que fazer uma pos graduação de apenas 800 hs ou seja, se eles estão preparados ima gine nós.
São 2.400 h de formação específica em SST. Será por isso o receio da concorrencia?
terminando Estou me formando em tecnologo em SST este semestre 2º de 2010, é minha monografia é para embasar um mandado de segurança para resolver a questão. tenho certeza que vou conseguir. Quem quiser saber mais sobre a questão ou ter uma cópia da monografia é só entrar em contato através do email - aabspericias@bol.com.br terei o maior prazer em ajudar.
abraços cordiais .......

Anônimo disse...

Quantas profissões foram primeiro regulamentada pra depois as escolas começar a disponibilar os cursos? Os cursos Técnicos foram regulamentados primeiro, para depois as escolas disponibilzar os cursos? O curso era com a mesma grade, e formação que agora? Se mudou porque o Tecnólogo vai ser diferente? Que tal conhecer a PL-2245/2007 que regulamenta os Cursos Tecnológicos: http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_Detalhe.asp?id=372560

Tenho varios amigos técnicos que tem outro pensamento, pensamento em crescer, união, e sabem que as faculdades estão disponibilizando os cursos com autorização do MEC, se o Mec disponibilizou o curso, ele vai ter que regulamentar... Não foi outro orgão que deu a autorização.
Que tal pensar em especializar, fazer uma pós, mestrado,... Fico feliz pelos Técnicos que tem uma mente aberta, pensando em crescimento na educação, e não numa mente de retrocesso...
http://fatecinternacional.grupouninter.com.br/fatecinternacional/cursos/presencial/tecnologia-em-seguranca-no-trabalho/grade-curricular

Jair Closko
jclosko@hotmail.com

Anônimo disse...

Acho tudo isso tremenda perca de tempo e papo furado.
Tem uma coisa que infelizmente comanda as ações do ser humano; POLÍTICA. É isso que vai determinar se uma atividade é válida ou não. Se gerar votos e numerários qualquer atividade vai ser aprovada pelo congresso, sancionada pelo Presidente e obrigatório em todo o país. Mas ... vontando ao assunto, quantas profissões não foram criadas e quantas não perderam a importância? Através do Magistério era possível lecionar, hoje se você não tiver Pedagogia não faz um concurso para professor, E o que aconteceu com o magistério?
Tem uma coisa que eu coloca acima de tudo que estamos comentando, Capacidade, Sabedoria e Competência, tendo isso é correr atrás de um diploma, pois o mercado hoje em dia exige.
Agora enquanto estamos questionando legalidade de quem estudou, o Governo do Estado de São Paulo criou através do falecido Mário Covas a progressão continuada nas escolas estaduais, ou seja, ninguem repete de ano, e continua até hoje. E aí???????

Júlio César (wisinet@yahoo.com.br)

Anônimo disse...

Continuando .... e daí???? a oposição conseguiu derrubar essa barbaridade? O PSDB não conseguiu se eleger com a tal progressão continuada!!! Muitos cursos estão sendo criados politicamente, mas ..... as pessoas vão atrás, estudam, tiram seus certificados e tentam entrar no mercado de trabalho, e enquanto isso nossos filhos (lógico que de pobre) vão passando de ano sem aprender e o Brasil vai ganhando o raking dos piores países em educação. Estudar não é ruim para ninguém.

Anônimo disse...

O que aconteceu com o curso tecnico de contabilidade? Hoje já não existe,agora é ciencias contabeis ,quem sabe se o curso tecnico em segurança no trabalho pode seguiro mesmo caminho,e os tecnologos tomem o espaço dos tecnicos.

Anônimo disse...

Olá pessoal,comecei a ler o texto postado por Bruno e confesso a vocês a minha indignação e tristeza,a cada palavra desse texto.Ao continuar lendo me alegrei bastante com os comentários de colegas centrados e focados na profissão.
Deus os abençoe!
Vanessa Bezerra
Tecnóloga em Segurança do Trabalho

Tiago Francisco - Arcos MG disse...

Oi pessoal, primeiramente vou falar de minha formação, ja que estão entre tapas e beijos nesse assunto, Sou Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico de Meio Ambiente, Engenheiro Ambiental e Especialista em Segurança do Trabalho "Engenheiro de Segurança" e Higienista Ocupacional, ao invés de Brigarem por isso, porque primeiramente não procurem se qualificar, pois tenho visto na prática muitos engenheiros obsoletos sendo engolidos pelos técnicos, tenho visto técnicos despreparados para o mercado e o pior de todos é o que deveríamos preocupar é com os médicos do trabalho que usam a medicina do trabalho como uma espécie de bico para ganhar dinheiro, e no final das contas os homens de branco não estão nem aí para a saúde dos trabalhadores.

Pensem em se profissionalizar ao ficarem trocando ofensas que não vão dar em nada.

Anônimo disse...

Bom Dia a todos, Sou Tecnólogo de segurança do trabalho também. Eu pude ver todos oa conmentários acima. Entendo o desabafo do Bruno, afinal, não é fácio ser atacado por vário lados, e nen se quer revidar.
Nossa companheira Lis, Nós faz lembrar o nosso foco, respeito para ser respeitado, e deixar quem quiser falar. "Lá na frente a gente ver".Vejam quantas conquistas para quem começou desacreditado.
O nosso colega Thiago Francisco, nos remete de novo no foco, qualificação é a palavra chave.

"VALE LEMBRAR QUE, QUEM MANDA NO PAÍS NÃO É O CREA,CONFEA E ETC... E SIM A POLÍTICA"

aTT.: JAILSON

Anônimo disse...

É meus amigos, a evolução dos tempos vem, sou da época de supervisor de segurança, prefiro correr atrás e fazer o curso como já estou fazendo, do que ficar berrando, para a ciência dos demais os mesmos deputados que criaram o projeto de lei para curso de tecnólogos são os mesmos que já criam adequações para NR 4, vale a pena ressaltar que as adequações da NR 4 vem para Tecnólogos também, e mais ainda para Higienistas Ocupacionais, inclusive algumas empresas já estão optando por Higienistas Ocupacionais do que Engenheiro de Segurança pois Engenheiros a formação é civil, de alimentos, mecânica etc, vale a pena lembrar também que as Especializações já existem para Segurança do Trabalho, perceba que não é especialização em engenharia de segurança do trabalho e sim especialização em segurança do trabalho ou seja é o mesmo curso de pós graduação que um engenheiro fez, inclusive mesma carga horária e as mesmas disciplinas. Qto aos higienistas ocupacionais, são qualificados a prevenção de doenças ocupacionais. Quanto ao Crea,Confea, só está tentando defender o pão de seus associados, embora pessoalmente acredito que Engenheiro Civil, Mecânico, de Alimentos etc...nada tem haver com prevenção de acidentes..mas eles iram brigar até o fim..o futuro é nebuloso, portanto meus caros vamos estudar.

Anônimo disse...

Toda esta discussão é inútil. O que importa?
O exercício profissional está condicionado ao registro no Ministério do Trabalho, para o TST, e ao CREA, para o Engenheiro.

A NR 4. por enquanto, regulamenta o SESMT, e na sua atual revisão não acomoda o Tecnólogo de Segurança, ou qualquer seja a sua denominação.

Os conselhos profissionais tem a função de fiscalizar o exercício profissional, e regulamentar as atribuições, e neste caso, até mesmo "cartelizar" o mercado.

Senhores, foco no que é importante. A legislação que define que o título de engenheiro de segurança somente pode ser atribuído ao arquiteto ou engenheiro é muito antiga, e carece de uma revisão. Há escolas oferecendo cursos de graduação em engenharia de segurança.

As mudanças que tem ocorrido nas relações de trabalho nos últimos anos são muitas, e o mercado e os órgãos mais influentes é que vão determinar o futuro da função segurança do trabalho nas organizações. Portanto, vamos cada um defender o seu direito, o direito ao exercício profissional, buscar apoio para a aprovação do projeto já citado, que aliás, é de autoria de outro deputado, não deste citado.

Há um preconceito em muitas organizações quanto ao tecnólogo, e esta história é muito antiga. Já ouvi isto em muitas oportunidades.
Conseguir a regulamentação do profissional tecnólogo seria um primeiro passo para se obter outras conquistas, e portanto perder tempo em debates dizendo sobre o "meu é maior do que o seu" não vai levar a lugar nenhum.
Acompanhem o projeto, solicitem apoio do deputado para que seja colocado em pauta, que seja votado, acompanhem a construção da NR35- gestão de segurança, para defender e demonstrar que são capazes de serem profissionais de gestão, como estão se auto intitulando. Há uma carencia de profissionais de gestão de segurança no mercado, profissionais preparados, pois os engenheiros não são bons profissionais de gestão, são focados em resultados e não no como chegar a estes resultados, nos lead indicators.

Anônimo disse...

SOU ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO.
QUANTO AO TECNOLÓGO DE SEGURANÇA DO TRABALHO, DUAS COISAS IMPORTANTES: JÁ POSSUEM O CBO, CÓDIGO 2149-35, PORTANTO UM FATO.
NO DIA 13 DE DEZEMBRO DE 2010 – 9:54hs CONFEA BRASILIA – DF, SOB O PROTOCOLO 4821/2010 A PROPOSTA No 027/2010 – CCEEST, QUANTO A ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO 473/2002, PARA INCLUIR NA TABELA DE TÍTULOS PROFISSIONAIS O TECNOLOGO DE SEGURANÇA DO TRABALHO, COM O CÓDIGO 414-01-00. OUTRO FATO!
ESTES PROFISSIONAIS ENTÃO JÁ POSSUEM UM CBO: CÓDIGO 2149-35 E UM CÓDIGO NO CREA: 414-01-00.
A ALTERAÇÃO DO QUADRO DO SESMT É UMA QUESTÃO DE ´´POUCO´´ TEMPO. AFINAL LEIS PODEM SOFRER EMENDAS, ALTERAÇÕES OU MUDANÇAS. ( ISTO SIGNIFICA QUE PODE SER INCLUÍDA NESTA LÓGICA A TABELA DA NR-4, A RESPEITO DO DIMENSIONAMENTO DO QUADRO PROFISSIONAL )
ASSIM CONCORDO PLENAMENTE COM O COLEGA, NÃO ADIANTA ESPERNEAR, BRAVEJAR, ETC,... OS BONS PROFISSIONAIS NÃO SERÃO AFETADOS, POIS ESTÃO SEMPRE SE RECICLANDO E ESPECIALIZANDO.

TECNOLOGOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO SEJAM BEM VINDOS!!!!

Anônimo disse...

Vejo que o colega Engenheiro tem seus méritos e está completamente interado com o assunto. Sou Tecnico, Tecnólogo, Esp. em Meio Ambiente e Educador físico. Quanto aos técnicos que queiram aperfeiçoamento, indico que antes de espernear tanto, façam o tecnólogo para ao menos ter uma graduação a nível superior e quem sabe futuramente buscar uma vaga de acordo com suas qualificações. O MTE já reconheceu, o MEC também, o CONFEA já deu um enorme passo... o próximo..? Fica para vocês pensarem um pouco... Grato

Seda disse...

Absurdo, mais de um ano de discussão nesse post, será que alguém ainda tem dúvida? Tecnólogo é a atualidade, nr4 ja ta no papo, e quem duvida aguarde, o sol nasceu pra todos, mas só aproveita os que estão preparados, fiquem achando que sua qualificação tecnica é suficiente, e vao cair do cavalo, pois "quem acreditar estar de pé, acautele-se para que não caia"
Valewww galera ... fui....

Anônimo disse...

sou tecnologo mas não fiz meu estágio ainda,não existe mais o curso na universidade da cidade onde moro, disseram q eu teria q pagar um professor para me acompanhar no estágio. vcs sabem se isso é necessário?

obrigado!!!

Everton disse...

respondendo o meu amigo aki em cima, pelo que eu sei vc não precisa pagar ninguém pra te acompanhar, e sim pagar por ter ficado em DP, procure a secretaria da sua faculdade mais perto, qualquer duvida me add (tom.cb350@hotmail.com) TECNÓLOGO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Tatiana disse...

Boa noite
Trabalho na área de ensino de Segurança do Trabalho há 8 anos e defendo a todos os meus alunos que no momento não podem fazer uma graduação em Engenharia ou Arquitetura que faça o Tecnólogo e que estaria o mais próximo de sua área de atuação. Lembrando que este profissional não veio para brigar com Engenheiros ou Técnicos mas sim, ajudar na gestão de segurança do trabalho nas empresas. Então não vejo o porque de discussões tão ofensivas.
Lembrando apenas que a Pós Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho é permitida apenas aos egressos de qualquer curso de Engenharia ou de Arquitetura.
Espero ter ajudado.

ANTONI disse...

OLÁ, BOA NOITE FIZ TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE EM A PROFISSÃO DO MOMENTO , MAS NEM EU NEM MEUS COLEGAS ESTÃO TRABALHANDO; MAS ISSO NÃO QUER DIZER NADA POIS GOSTEI DO QUE FIZ E VOU CONTINUAR ESTUDANDO O CONHECIMENTO É IRRESSISTIVEL E NÃO É DEMAIS. ESTUDAR APRENDER, CAPACITAR-SE TER PRAZER NO QUE SE FAZ, ACHO QUE ISSO DEVE SER LEVADO EM CONTA . PENSE NISSO .DEUS ABENÇOE A TODOS.

ANTONI disse...

"ah, e pra quem achar que não estudamos bem ou não fomos capazes de arrumar um emprego na área, é só olhar ao redor da sociedade e do mercado e ver que se fala tanto em sustentabilidade e não se regulamenta a profissão junto as empresas, mas como já disse para nós que estudamos o meio ambiente valeu o conhecimento e tenho certeza que ele será muito útil. obrigado".novamente DEUS ABENÇOE A TODOS.

Anônimo disse...

tenha certeza vamos conseguir ser inseridos no SESMT é apenas uma questão de tempo. TENHA CERTEZA....... toda profissão tem seu valor seja ela qual for e o mercado de trabalho é complexo cabe todo mundo.. Sou tecn. em seg. do trabalho e tenho muito orgulho disso pois, sou de família pobre e foi com muito sacrificio que conseguir está onde estou hoje. OBRIGADA MEU DEUS EU TE AMO. e estou na luta vamos conseguir entra no sesmt, assim como conseguir visita tecnica na INB pra quem não SABE É AS (INDUSTRIAS NUCLEARES DO BRASIL0. tenho certeza assim pois Deus é o Senhor de minha vida.

ILHA DE ITAPARICA FM disse...

boa noite a todos, amigos sou tecnologo em segurança do trabalho-Unisa e gostaria de falar que o conselho de quimica tem RN resoluções normativas que autoriza o registro dos tecnologos no conselho de quica já que todos o trabalho do tecnolgo envolve produtos quimicos. vamos a luta que o PL 2245 vai ser aprovado e a NR 4 vai sofre modificações. abraços e fiquem com DEUS.

Anônimo disse...

Boa noite!
Lamento informar ao escritor desse texto que a Resolução 473/2002, código 414-01-00 incui o profissional tecnólogo em segurança no trabalho no Crea, sendo aprovado por 11 votos a 04. Foi reconhecido pelo Sistema CONFEA/CREA, através de Reunião Extraordiária da Coordenadoria de Câmara Especializadas de Engenharia de Segurança do Trabalho. Informo as caros colegas tecnólogos que foi criado a modalidade especialização nível 4 para encaixe do profissional tecnólogo. Resta-nos aguardar nossa incusão na NR-04/SESMT que vejo com uma questão de tempo, pois vários profissionais serão incluidos na tebela.
Grande abraço.

Anônimo disse...

ESTOU PENSANDO EM FAZER TECNOLOGO EM SEGURANÇA DO TRABALHO, MAS ESSAS PALHAÇADAS FALADAS AQUI ME DEIXAM COM A CABEÇA PERDIDA. TOMA NO CU VIU.

Anônimo disse...

Boa atarde,

Sou engenheiro, e faço uma Pós Graduaçlção em engenharia de segurança, apenas uma vez por mês, não é grande coisa,o SENHOR RAMON deve ser daqueles engenheiro que não sabe nem elaborar um LTCAT, só lembrando que ninguem estuda 07 anos para ser engenherio de segurança do trabalho, apenas 02 anos ou 18 meses, só lembrando que sou Engenhiro de Produção,Técnico em Segurança do Trabalho e Tecnóligo em Segurança do Trabalho

Anônimo disse...

Moçada, boa tarde!

Muitos posts acima estão batendo em uma mesma tecla, que sinto não estar nos levando a lugar algum.

Sem dúvida tem espaço para todos!

O fato é que o Brasil é um país de profissão regulamentada, e o tecnólogo em SST não é. Pode ser que se torne, ok. Mas não é.
Fica o meu conselho de que o estudante procure se informar sobre as normas e regulamentações da profissão almejada antes de entrar no curso. Isso evita que após anos de investimento deixem o profissional à berlinda. À margem do circuito profissional.

Abraçar uma profissão não regulamentada pode gerar frustrações...

Caso os tecnólogos venham a ingressar o SESMT: sejam bem vindos! Sem dúvida, nós (EST) buscamos profissionais dedicados e comprometidos para integrar nossos times, independente de sua titulação!

Abraços,

Anônimo disse...

Colegas, é o seguinte: o cara pode ser engenheiro e ao mesmo tempo tecnólogo (seria uma burrice enorme), mesmo

assim não estaria no SESMT. Porém o Engenheiro que fizer especialização será contratado como Engenheiro de

Segurança do Trabalho, e junte-se o bacharelado, 5 anos de universidade de engenharia (ou arquitetura) com a

especialização, então teremos um especialista gabaritado.
Agora, tem tecnólogo achando que vai terminar e fazer especialização em segurança do trabalho. Caso consiga em

alguma faculdade que permita, o mesmo não será registrado em nenhum CREA, pois a lei exige que pra isso o cara

seja Engenheiro ou Arquiteto! É simples assim, não sendo registrado no CREA, não pode ser Engenheiro de

Segurança, será apenas Especialista porque fez o curso, nenhuma empresa vai contratar e se ferrar depois por

conta disso.
O que aconselho para os colegas que desejam tentar esse trampolim é que estudem bastante, concluam um curso de

Engenharia ou Arquitetura, depois disso façam uma especialização em Engenharia de segurança do Trabalho e aí

sim consigam chegar ao tão sonhado SESMT.
Quem conseguir fazer a especialização antes de ter cursado Engenharia ou Arquitetura, já tem 10% do caminho

andado, bastará agora fazer o bacharelado de 5 anos.
Obs: estudem bastante, pois as cadeiras tanto de Engenharia como as de arquitetura são pra arrombar, o cara

tem que queimar muito as pestaninhas pra concluir o curso, não tem boquinha de fazer trabalhos e mais

trabalhos e todo mundo passa. Não gostando de matemática, nem tente, kkkkk.
Não sendo assim colegas, só assumirão em sonho. Mas continuem sonhando pois é de graça e não faz mal.

Anônimo disse...

por isso que há no mercado hoje engenheiros de segurança que não sabem nem se quer por onde começa a elaboração de um PPRA, mas como se diz o que está valendo é um tal de CREA, não é mesmo? Deixem de ipocrisia, vamos abrir os olhos, os tecnologos estão muito bem preparados para uma pós em segurança, tem conhecimentos específicos.

Anônimo disse...

Olá pessoal, sou especialista em Engenharia de Qualidade, Tecnólogo em Segurança no Trabalho e Técnico em Segurança no Trabalho e espero que em 2 dois anos possa estar mestrado em Sistemas de Gestão. Sou empresário dono de uma Assessoria de Segurança e Saúde Ocupacional no interior do Paraná, mas também atuo como profissional do SESMT em uma grande cooperativa na mesma região. Claro, entrei no SESMT pq sou Técnico em Segurança de acordo com as determinações legais impostas pela NR-04, porém somente me tornei encarregado deste setor pq sou graduado na área e minhas habilidades de liderança e conhecimentos técnicos e de gestão são superiores a de meus subordinados (médicos, engenheiros, técnicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem), por isso fui escolhido dentre tantos profissionais capacitados para chefiar o setor.
Senhores não se preocupem com o Tecnólogo pois sua formação é bastante voltada para a gestão, já os técnicos são profissionais de campo, assim como os engenheiros que com suas habilidades de cálculo facilitam algumas adequações que necessitam de tal ferramenta.
Contudo, precisamos nos preocupar com o auto indice de mortes em acidentes de trabalho no Brasil e pq até hoje prefeituras não são obrigadas a constituir o SESMT? e pq ainda encontramos atividades analogas a de escravo? Estas sim são brigas que devemos travar.

Anônimo disse...

kkkk Isso só poderia ter sido dito por um mero Tecnico de Segurança.. kkkk

Anônimo disse...

Pode não ter NR, pode não ter CREA, não fazer pós em ES, mas os tecnólogos são muuuto mais capazes que qualquer técnco e qualquer engenheiro.#FATO

Anônimo disse...

Caros Ramon Paixão(autor do texto) e Bruno Pimentel (O que postou o texto)
O sol nasce para todos e tem trabalhos para todos também. Seja o profissional técnico ou tecnólogo o importante é ter competência. Saber exercer a profissão com honradez, prazer, com ética e dignidade. É ter algo para acrescentar na segurança do trabalho, é minimizar os riscos de acidentes e salvar vidas. Não precisa ofender os profissionais nem pensar que estamos aqui para tomar o espaço do outro. O importante é fazer o seu trabalho bem feito. Espero que os senhores possam "abrir suas mentes" para ampliar os conhecimentos.

Renata Oliveira
Tecnóloga em Segurança do Trabalho
Técnica em Segurança do Trabalho

Nilows disse...

Sou técnico concursado a nível federal. Se o "sol nasce para todos" vale lembrar caros tecnólogos que uma coisa é fato:

1-Vocês não podem fazer nenhum concurso nem pra serem técnicos( me diga um concurso se eu estiver errado);

2-não é o CREA o orgão fiscalizador no ambito de segurança e sim é do cabimento apenas do MTE.

3-nível superior na área somente a nível de pós graduação pra quem é Engenheiro ou arquiteto( vc's pularam a NR 4 no curso?)

4-Voces têm CBO? Que bom mas ainda não é o suficiente, não são considerados engenheiros os quais são permitidos que façam pós graduação em eng. de segurança e de fazerem concursos (leiam a NR 4, ela não morde)

P.S.: os técnicos não querem competirem com vocês e nem tem medo e/ou inveja. São vc's que deverão correrem para nos alcançar. Até lá ...vão esperando.

Marcio disse...

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 237 DE 18/02/2011

Dispõe sobre a Vistoria e Emissão de Certificado de Desgaseificação nas embarcações que apresentem possíveis condições explosivas e tóxicas. Com a retificaçao publicada no DOU nº 36 de 21/02/2011, seção 1, página 124.

.

O Conselho Federal de Química, no uso de suas atribuições que lhe confere o artigo 8º, alínea f, da Lei 2.800/56:

Considerando a grande incidência de acidentes envolvendo explosão em tanques com gases inflamáveis;

Considerando a necessidade de se identificar e quantificar, através de análise química, as substâncias químicas presentes nos tanques, quanto ao seu limite de explosividade e toxidez;

Considerando que a investigação das propriedades dessas substâncias e seu comportamento, em diversas concentrações, exigem a aplicação de conhecimentos de química;

Considerando que o Certificado de Desgaseificação é um laudo pericial de natureza química de âmbito internacional;

Considerando que a NBR – 11350/1990 da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas –, fixa as condições e as informações mínimas necessárias para execução de trabalhos especificamente em espaços sujeitos a concentrações de gases, vapores ou condições perigosas em embarcações durante a construção, alteração, inspeção, reparo ou desmontagem;

Considerando que a NBR – 14787 da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas –, e seu anexo A estabelecem os requisitos mínimos para proteção dos trabalhadores e do local de trabalho contra os riscos de entrada em espaços confinados;

Considerando que os artigos 334, alínea b, 340 e 341 da Consolidação das Leis do Trabalho, estabelecem ser de competência dos profissionais da Química o exercício das atividades de análises químicas, atestados e perícias civis ou judiciárias, e, em especial, que, somente aos profissionais da Química é autorizada a execução de exames periciais de fábricas, laboratórios ou usinas;

Considerando o que estabelecem o artigo 1º, itens IV e VI, 2º item IV, alíneas a e g e o artigo 4º, alínea i do Decreto 85.877, a vistoria e pesquisa, o estudo, a perícia, o arbitramento, a elaboração de laudos e pareceres e a segurança do trabalho, na área da Química, são atribuições dos profissionais da Química;
Resolve:

Art. 1º –É de competência exclusiva do Químico, Químico Industrial, Engenheiro Químico, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Tecnólogo de Segurança do Trabalho a vistoria, execução de serviços e a emissão de Certificado de Desgaseificação em tanques de embarcações e outros espaços sujeitos a concentrações de gases, vapores ou condições perigosas, durante a construção, alteração, inspeção, reparo ou desmontagem.

Parágrafo Único –O Engenheiro de Segurança do Trabalho, assim como o Tecnólogo de Segurança do Trabalho, por força da Resolução Normativa 198/2004 do Conselho Federal de Química, consolidada por Decisão Judicial, para desenvolver as atividades mencionadas no “caput” deste artigo, deverá, obrigatoriamente, se registrar no Conselho Regional de Química de sua jurisdição.”

Art. 2º – Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação no DOU.

Brasília, 02 de Março de 2011.

Jesus Miguel Tajra Adad

Presidente do CFQ

Nilows disse...

Então Márcio, vá pedir seu registro na carteira de profissional em segurança para o CFQ e espere ser reconhecido pelas empresas! O meu é do MTE.

NR1.3 A Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho - SSST é o órgão de âmbito nacional competente para
coordenar, orientar, controlar e supervisionar as atividades relacionadas com a segurança e medicina do trabalho,inclusive a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho - CANPAT, o Programa de Alimentação do
Trabalhador - PAT e ainda a fiscalização do cumprimento dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho em todo o território nacional. (Alteração dada pela Portaria n.º 13, de 17/09/93)
1.3.1 Compete, ainda, à Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho - SSST conhecer, em última instância, dos recursos voluntários ou de ofício, das decisões proferidas pelos Delegados Regionais do Trabalho, em matéria de segurança e saúde no trabalho. (Alteração dada pela Portaria n.º 13, de 17/09/93)
1.4 A Delegacia Regional do Trabalho - DRT, nos limites de sua jurisdição, é o órgão regional competente para executar as atividades relacionadas com a segurança e medicina do trabalho, inclusive a Campanha Nacional de
Prevenção dos Acidentes do Trabalho - CANPAT, o Programa de Alimentação do Trabalhador - PAT e ainda a fiscalização do cumprimento dos preceitos legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho.
(Alteração dada pela Portaria n.º 13, de 17/09/93.

Marcio disse...

Nilows, existem grandes empresas e as outras do mercado e quando digo grande não é pelo nome que carregam mas pelas suas atitudes, são empresas que estão além das normativas, que já avistaram um futuro próximo e que estão um passo a frente, assim como existem as outras empresas engessadas por normas criadas na década de 70 e 80 que por muitos profissionais já deveriam ter sido alteradas/atualizadas.

Nilows, nós que somos profissionais, que nos atualizamos o tempo todo buscando conhecer, ser conhecido e repassar nosso conhecimento, também devemos estar preparados para o novo e apesar de não concordar ou ao menos aceitar, esse é o futuro.

Assim como o técnico que até hoje luta por melhor piso salarial e o engenheiro que defende a unha e carne sua categoria, o tecnólogo também tem lutado e aos poucos seu espaço é conquistado.

Marcio
Especialista em Engenharia de Qualidade
Tecnólogo em Segurança no Trabalho
Técnico em Segurança no Trabalho

Nilows disse...

Caro Marcio!

Peço desculpas a todos os tecnólogos de segurança pela minha arrogância, mas permita-me esclarecer o que é a realidade do presente e do futuro:

As empresas só contratam os técnicos e engenheiros não é porque eles querem, é porque a NR 4 os obriga por lei sendo o MTE o orgão fiscalizador. Para que as NR's sejam alteradas passam pelo pelo Poder Legislativo, Congresso Nacional e Comissão Tripartite Paritária formadas pelos orgãos de governo e representandes de empresas industriais, comerciais e sindicados.Aí está os problemas para os tecnólogos:
1-Os orgão que não querem mexerem com as leis para não entrarem em conflitos com os profissionais existentes (não vão retirarem duas classes de profissionais só para agradarem a de vocês)
2- e os grande empresários que não vão quererem pagarem duas vezes, três, quatro vezes a mais um tecnólogo do que ao técnico ou retirarem grandes engenheiros de segurança fora a outra faculdade de engenharia que todos eles possuem no currículo simplesmente pela a de vocês.

Não se enganem meus amigos, essa faculdades que oferecem o curso de tecnólogo para encurtarem "o caminho" só os interessam o seu dinheiro.Vão fazerem de tudo para especularem e venderem um sonho que são de poucos.

Marcio disse...

Nilows, não se desculpe, são discussões e questionamentos, é a busca incessante pelo saber e também nossas opiniões que movem o mundo.

Em relação a NR-4, ainda não é uma realidade para o Tecnólogo, mas talvez uma tendencia que ainda não foi discutida legalmente, esse é um assunto que deixo para daqui a algum tempo, mas quanto aos conflitos profissionais, é minha humilde opinião que apesar da descrição do Tecnólogo coincidir com a do Engenheiro, dentro das organizações fazem atividades diferentes:
- Se você observar a grade curricular do curso de tecnologia, sua maior carga de trabalho esta voltada a gestão e legislação, é por isso que entendo que esta profissão de Tecnólogo está bastante voltada para a gestão, o controle e distribuição de atividades;
- Já o Engenheiro com atividades atribuídas ao desenvolvimento de projetos para reduzir ou eliminar os impactos de máquinas, processos e equipamentos na saúde do trabalhador, e
- O Técnico é o homem do campo, é aquele que faz cumprir, acompanha
e exigi que as normas sejam cumpridas na prática do dia a dia.
Se existe conflito é mais um interesse político do que profissional.

Quanto as empresas, continuo com minha ideia de que existem as grandes e as outras.

Ainda lembro, a escolha da melhor universidade para realizar a graduação e especialização e do colégio técnico para realizar o curso pretendido, faz grande diferença na capacitação profissional. Com certeza Nilows existem aquelas interessadas em faturamento, mas uso como exemplo a Faculdade onde me formei, os professores menos capacitados eram mestrados no meio de vários doutores.

Nilows disse...

Marcio,

Descordo de sua opinião bem como a dos demais tecnólogos quando dizem que o técnico efetua a parte mecânica. Todo o Técnico em Segurança possui na grade curricular a parte de GESTÃO. Isso e previsto para caso uma empresa não precisar de Eng. em Segurança ou se o Eng. for centralizado o técnico possa gerenciar as atividades próprias de Prevenção. Veja meu exemplo: No III módulo do curso: GESTÃO DE RISCOS 300 horas aula, no IV Módulo: GESTÃO EM SAÚDE 300 horas aula. Total: 600 horas só de GESTÃO. Também sabemos manipular qualquer equipamento de medição como o decibelímetro, luxímetro,sabemos calcular o IBUTG entre outros, e sabemos preencher documentos como o PPP entre outros. Se o técnico é assim imagine o que sabe o Engenheiro de segurança!

Marcio disse...

Nilows,

Não esqueça que sou Técnico também e não desprezo nenhuma das profissões citadas, cada um com sua bagagem curricular, e se for discutir horas...nem dá. E gerenciar riscos não é a mesma coisa que gerenciar pessoas.

Olha, não estou aqui para discutir qual deles é o melhor se é o Técnico, Engenheiro ou o Tecnólogo, além disso saber operar equipamentos de medição é uma obrigação de qualquer profissional de segurança no trabalho desde Luxímetros até a Bomba Gravimétrica, isso faz parte da rotina, assim como seus cálculos e fórmulas.

Nilows diz: - Se o técnico é assim imagine o que sabe o Engenheiro de Segurança!
Que frase é essa, você mesmo diz que o Engenheiro é melhor formado que o Técnico, nessa até eu me senti ofendido.

Nilows diz: - Isso e previsto para caso uma empresa não precisar de Eng. em Segurança
Meu Deus...! Não sei quem implantou essa história de que o Engenheiro é que deve chefiar o SESMT, isso não está na legislação trabalhista, cargos de chefia devem ser conduzidos por pessoas com mais capacitação para liderança, mas é claro que aquele com mais formação tem mais informação e com isso mais habilidade para gerenciar e se o Técnico ficar congelado no tempo e não graduar e pós graduar, ele vai ficar para traz.

É isso que esta faltando no SESMT, alguém para liderar, para mudar pensamentos e quebrar paradigmas quem sabe essa realidade possa mudar com o tempo.

Marcio
Especialista em Engenharia de Qualidade
Tecnólogo em Segurança no Trabalho
Técnico em Segurança no Trabalho

Nilows disse...

Marcio.

1 - O engenheiro, em termos de segurança, tem o mesmo conhecimento que a de um técnico, mas por eles possuirem um diploma de engenharia seu campo de visão se amplia.

2 - A NR não fala que é o eng. de segurança quem comanda o SESMT, mas nas empresas privadas e em muitas públicas quem comanda o corpo de técnicos é o engenheiro. Eles têm total autonomia para isso em qualquer empresa.Se estiver trabalhando na área verá por si só o que quero dizer.

3 - O técnico não pode graduar, mas ele pode sempre estar se especializando na área.

4 - Quando eu disse:"caso uma empresa não precisar de Eng. em Segurança" estava me referindo ao dimensionamento risco x nº de funcionários segundo a NR 4.

5 - Esse ponto que os tecnólogos salientam muito sobre liderança e que possuem Gestão de pessoas no curriculo isso só serve mais para area administrativa, a dos recursos humanos etc. Isso não é essencial para os que compõem a SESMT que lidam apenas com prevenção e orientação. Vão ser lider de quem? Vão comandar os funcionários em quê?

Veja na NR 4.12, alíneas a, b, c, d, e, f, g,h, j, i, l. Lá explica o conhecimento apenas necessário para possamos executar as atividades. Gestão de pessoas não se aplica.

Marcio disse...

Como mudar o mundo?

Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido a encontrar meios de melhorá-los. Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas. Certo dia, seu filho de sete anos invadiu o seu santuário decidido a ajudá-lo a trabalhar. O cientista nervoso pela interrupção, tentou que o filho fosse brincar em outro lugar. Vendo que seria impossível, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção. De repente deparou-se com o mapa do mundo, o que procurava! Com o auxílio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva, entregou ao filho dizendo: - Você gosta de quebra-cabeças? Então vou lhe dar o mundo para consertar. Aqui está o mundo todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo bem direitinho! Faça tudo sozinho. Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa. Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava claramente: - Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho! A princípio o pai não deu crédito às palavras do filho. Seria impossível na sua idade ter conseguido recompor um mapa que jamais havia visto. Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança. Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares. Como seria possível? Como o menino havia sido capaz? Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu? - Pai, eu não sabia como era o mundo, mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem. Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei mas não consegui. Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o mundo.

Se cuidar do homem no mais singelo modo da prevenção não é gerir pessoas, equipes, seções, setores, empresas, filiais ou grupos de corporações, estou com meu pensamento obtuso. ATÉ MAIS NILOWS.

Nilows disse...

Marcio.

Li o seu texto, gostei, entendi o que quiz dizer! Conhecimento a mais nunca é demais e sempre vamos nos supreender com que outros possam fazer, mas sabe que tudo isso que escrevi nesse bloco quero dizer? Vou tentar explicar:

- A mais ou menos um ano atrás queria fazer uma faculdades de engenharia mas não sabia qual escolher. Pesquisei por internet, em especial,que a engenharia do petróleo e a ambiental seriam os cursos do futuro e hoje vejo a confirmação dessa realidade como a cada dia aumenta o nº de contratação desses profissionais.

Aí te pergunto:
- A quando tempo as faculdades e seus professores falam que os tecnólogos em segurança são os profissionais do futuro? 8 anos? 7 anos? 6 anos? Por que os tecnólogos em segurança ainda não decolaram? Você conhece algum colega que esteja trabalhando na área? Prestou atenção a essa pergunta?: Que você CONHECE e que não apenas OUVIU falar.

Nas comunidades do Orkut e Facebook quando um técnico faz essa perguntas aos tecnólogos a resposta de muitos é SIM!!! No entanto, quando a pergunta é de um tecnólogo a outros tecnólogos sabe qual é a resposta dos mesmos? Gostaria que vc mesmo me respondesse todas essas perguntas.

Anônimo disse...

Texto Ofencivo SIM, sim ENG estuda 7anos mas a especiolização é apenas 800hs. Não sou tecnologo, mas acredito que a função de um tecnólogo seja diferente, então se for para melhorar a vida ocupacional, afinal nossa missão é ESSA qual o problema?

Nilows disse...

Nilows te responde:

O problema é que não estão inclusos no MTE. Então seu serviços são dispensáveis.

Anônimo disse...

Aos que comparam a carga horaria de tecnologo a de pos nao esquecam que somos graduados em exatas. Capacitados para resolver problemas. Acredito que devam aprovar tecnologo para equiparalos a tecnicos mas nao engenheiros. Ai ja e de mais

Daniel de oliveira lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel de oliveira lopes disse...

caros colega vejam minha situaçao sou brasileiro vivo na europa a 11 anos e estou terminando uma licenciatura pos bolonha 3 anos ENGENHARIA DE SEGURANCA NO TRABALHO aqui existe a ordem dos engenheiros tecnicos vou comesar o pos (porque aqui sim que poso fazerlo) pos engenharia de seguranca no trabalho sera que conseguirei legalizarme ai como engenheiro de segurança no trabalho dito nao existe o meu curso e que sim vou ter o pos agradeceria os comentarios de todos mas por favor sem ofenças desde ja meus agradecimentos

Marcio disse...

Colega Daniel,

Não entendi se seu curso é a nível de graduação ou pós graduação (lato sensu), mas de qualquer forma a validação de diplomas estrangeiros cabe as universidades federais. A CAPES é instância administrativa. Das suas decisões cabe recurso.
Acredito que seu curso será reconhecido no Brasil se ele for a nível de pós graduação (lato sensu), pois a nível de graduação só existe o curso de Tecnólogo em Segurança e a legislação brasileira só prevê especialista em segurança no trabalho (Engenheiro de Segurança) que tenha cursado antes "qualquer" tipo de engenharia (civil, produção, etc...) ou arquitetura.
Mas, vale a pena tentar Daniel.

Marcio
Técnico em Segurança no trabalho
Tecnólogo em Segurança no trabalho
Especialista em Engenharia de Qualidade

Nilows disse...

Caro anonimo:

Acreditar é uma coisa, uma vontade e esperança, e o que está na lei é o real. O real está falando há 6 anos que o tecnólogo não está incluído no SESMT. Curso bom esse que não são contratados e nem podem fazerem concursos, não acha?

Anônimo disse...

Não podemos continuar achando que está tudo bem no que tange a Segurança do Trabalho.
Se fosse assim, não estaríamos liderando as estatísticas, conforme a seguir.
Em 2011, foram registrados no Brasil mais de 700.000 acidentes (250.000 em São Paulo), aproximadamente 2.000 por dia, além de aproximadamente 2.500 óbitos, em média são 7 mortes por dia.
O número de acidentes reflete também nos cofres públicos, custando R$ 32 bilhões por ano aos cofres públicos.
Vários cursos de Engenharia foram criados ou oferecidos pelas Universidades brasileiras para atender as demandas de mercado, principalmente as internacionais.
Aí um grupinho tipo "Clube do Bolinha" (leia-se CREA) fica engessando a evolução desta área vital baseando-se numa lei ultrapassada (7.410/85). Muda-se a lei e evoluiremos. Ou está tudo bem com estas estatísticas absurdas?
Se as leis não pudessem evoluir, ainda estaríamos utilizando o "Código de Hamurabi" dos antigos Sumérios, aquele mesmo do "olho por olho, dente por dente".
Teríamos um justo reconhecimento para os profissionais da Segurança do Trabalho, formados com uma qualificação ideal.
Você se especializa numa área que já tem um bom embasamento, que é o caso dos Técnico de Segurança, mas não podemos fazer a especialização, pois é exclusiva de engenheiros.
Também é ilógico. Conheço engenheiros de segurança que pagam para alguém fazer projetos da área de segurança, pois eles só sabem assinar.
Será que este é o ideal...?
Vamos acordar....!
Precisamos de qualificação...!
Nossas leis são ultrapassadas. Ou por qual motivo Código Penal, Florestal entre outros estão sendo reformulados.
Se continuar do jeito que está, continuaremos com estas estatísticas recordes, tanto de acidentes quanto de óbitos!

Nilows disse...

E são os tecnólogos que salvarão a pátria? Quem lidam diretamente com os funcionários, fiscalizando constantemente seu trabalho e local são os técnicos! Por isso que o MTE nunca irá aprovar no quadro da SESMT.

Nilows disse...

Vou fazer um desafio: só vou escrever nesse blog agora de 06 a 06 meses perguntando aos mesmos que comentaram acima se houve melhoras para os tecnólogos no MTE. Então até daqui a abril de 2013!

Anônimo disse...

parece que o tecnologo apareceu para acabar com os problemas que existem no SESMT. até parece!!

Anônimo disse...

Segue anexo o ofício no 2719 / GM / MTE que recebí do Ministério do Trabalho e Emprego / Gabinete do Ministro, tratando solicitações que fiz à Presidenta da República ref. a inserção dos TECNÓLOGOS EM SEGURANÇA NO TRABALHO no SESMT/NR 04.
Veja no conteúdo do Ofício, que nossa situação ainda não é confortável, e que teremos que ter pela frente muita luta para que esta profissão seja reconhecida e inserida no SESMT / NR 04. E, ao que parece, de caráter Legislativo através da Câmara dos Deputados em Brasilia/DF.
Quanto ao reconhecimento pelo Sistema CONFEA / CREA, já existe um processo em andamento, que é a Proposta 027/2010 CCEEST (Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Engenharia de Segurança do Trabalho) de 13/12/2010, que alterou a Tabela de Títulos Profissionais da Resolução 473/2002, que teve sua última atualização em 11/12/2009, criando no Grupo 4 a modalidade Especialização o Nível 4 – TECNÓLOGO EM SEGURANÇA DO TRABALHO, ficando assim estabelecida a codificação 414-01-00.
Temos uns aliados recentes eleitos que são o Presidente do CONFEA/Engo José Tadeu, e o Presidente do CREA-BA, Engo Marco Antonio Amigo, que se propuseram em suas campanhas eleitorais a tratar os Tecnólogos no Sistema com o mérito que estes profissionais fazem jus, e que devemos imediatamente no início de janeiro/2012 procurar agendar reunião com eles, no sentido de tratar o assunto.
Para isto, acredito que seria interessante reunir os TECNÓLOGOS EM SEGURANÇA NO TRABALHO de diversas turmas para tratar o assunto com a importância que merece, inclusive com a participação dos Sindicatos dos Tecnólogos da Bahia e outros Estados, e Associação Nacional dos Tecnólogos.
Precisamos nos unir para definir o quanto antes que estes profissionais sejam o mais breve possível regulamentados nos órgãos necessários, para que possam usufruir desta profissão que tantos conquistaram com esforços, sejam financeiros e/ou de dedicação de seus tempos, e que o BRASIL necessita com urgencia para que os índices de acidentes de trabalhos sejam minimizados cada vez mais

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk me desculpem mas eu tenho que rir não da pra comparar um engenheiro com um tecnólogo ¬¬""" eu faço esse tecnólogo de olhos fechados! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

sou engenheiro ambiental, sanitário, civil e de segurança!

Boa sorte aos tecnólogos iludidos ¬¬"""

Anônimo disse...

um kkkkkkkkkkkkkkk para esses tecnólogozinhos...... ri muito do primeiro comentario la em cima

Anônimo disse...

caros invejosos ............kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.. tecnologos???? nunca vi, nem ouvi e nem ouço falar!!!!!!!

Anônimo disse...

Sou tecnólogo em segurança do trabalho credenciado pela CNEN como supervisor em medidores nucleares e fisica médica (certificação que um técnico nunca terá) responsavel pelo serviço de radioproteção de duas multinacionais e um hospital. posso afirmar que estou satisfeito com minha formação.

Sara disse...

É bom que existam essas coisas para cada vez mais fazer um futuro mais seguro e mais justo para todos especialmente as empresas de saúde grandes como golden cross para se especializar nela.

Magalhaes disse...

Eis a questão sou adimirador da area seg. do trabalho. Agora o que fazer tecnico ou tecnologo, qual reamente ossui mercado de trabalho resposta: gmmagalhaes60@gmail.com

temporadabonfim disse...

É impressionante como a mente do ser humano é tão pequena e mesquinha. Sou estudante do Curso Superior em Tecnologia de Segurança do Trabalho (assim denominado) e se eu fosse ouvir meus amigos Técnicos ST eu realmente nem iniciaria o curso.
Acredito que o BOM PROFISSIONAL se sobressai em qualquer que seja a situação e estou estudando pra ser um dos melhores.
O Curso já é reconhecido pelo MEC e já esta incluso na Tabela de Títulos da CONFEA, ao contrário do que alguns desinformados apresentaram em alguns comentários sem embasamento logo acima.
Vamos ser mais solidários uns com os outros, vamos aprender, compartilhar..
essa "tretazinha" que existe é algo bem infantil, o mercado de trabalho esta ai e tem dado oportunidade a todos.
Forte abraço aos coerentes que são minoria aonde deveriam ser maioria.

Anônimo disse...

boa tarde a todos,sou estudante do curso de graduaçao tecnologica de segurança no trabalho,ainda estou no primeiro semestre e ja estou pensando em desistir do curso e buscar um outro em outra aria depois de ver e ouvir tanta discurçao positiva e negativa sobre a regulamentaçao dos tecnologos de segurança no trabalho.caros colegas preciso de um incentivo para continuar no curso,se alguem tiver alguma novidade sobre o assunto sera muito bem vinda,agradeço desde ja e um forte abraço a todos os tecnologos do Brasil...

Vilson disse...

temporadabonfim:
"Já que um bom profissional se sobressai"- Abriu concurso para Petrobrás BR Distribuidora, como um tecnólogo, entre lá no edital e veja se poderá fazer concurso. Que bom que sou um tecnico em segurança!!!!

Anônimo disse...

Guerra sem nexo! sou TST e aluna do curso de Tecnologo em ST. A ideia central é buscar o aperfeiçoamento e aprofundar os conhecimentos adquiridos...agora rixa entre Engenheiro de ST, Técnico e Tecnologos é algo incoerente, irracional...admiravel que tal pensamento surja de uma galera que se diz tão racional e prática! Espaço tem para todos, e o Brasil está a caminho do desenvolvimento do tecnologico.

Vilson disse...

Vilson disse:
Tem nexo sim por acreditarem que o tecnólogo terá chance de serem regulamentados e/ou serão aceitos no mercado. Você como TST está mal informada e despreparada! Aposto que até se inscreveu no CREA, não?

Anônimo disse...

Vilson, o Tecnólogo é um profissional regulamentado de ensino superior, não inserido na NR-04, mas sim regulamentado. A verdade é que a demanda de serviços na área é crescente e o número de profissionais do SESMT (TST e ENG) que a norma exige para uma organização nem sempre atende as necessidades da empresa e é aí que o Tecnólogo entra, como um profissional do SESMT não obrigatório, mas necessário para suprir lacunas deixadas pela portaria 3214/78 em especial a NR-04. Sou técnico e acho um desperdício brigar com tecnólogos que não nos ameaçam em nada, enquanto isso nosso piso salarial está uma vergonha, estou cursando engenharia e tenho que dizer tem muita gente despreparada para o mercado e só interessado nos bons salários do engenheiro, acorda pessoal vamos estudar e aprender antes de falar bobagens.

Vilson disse...

Errado , anônimo. O tecnólogo não é regulamentado. Para isso precisa está inserido na NR 4 do MTE.

Anônimo disse...

Vilson, em sua linha de pensamento prolixa o psicólogo do trabalho, o técnico em enfermagem, o educador físico e o ergonomista entre outras profissões não seriam regulamentadas, só pq não estão inseridas na NR-04, coisa sem fundamento horas, vc corre na contramão da sobrevivência humana no âmbito laboral, o Brasil precisa crescer, cresça junto com ele, não seja precursor de uma campanha contra o Tecnólogo. Ainda que fossem apenas as normas regulamentadores que norteiam as leis nesse país, porém existem outras e o CONSELHO FEDERAL DE QUÍMICA já apresenta em suas resoluções atribuições exclusivas de Engenheiros e Tecnólogos em segurança.

Anônimo disse...

O mercado de trabalho se renova e a profissão do tecnólogo é o que há de novo no mercado...Hoje existem empresas (grandes empresas) que estão deixando de contratar o técnico...se liguem! discussão não leva a nada, ofensas menos ainda...O que vai falar por vc é o diferencial no seu currículo! Competência e amor a profissão...Vai uma dica, antes de ficarem procurando em NR e afins a profissão de tecnólogo, procurem agregar à sua bagagem curricular uma especialização ou até mesmo uma graduação na área que vc atua...(Para os que ofendem).

Anônimo disse...

A maioria desses comentarios e balela o que vale e atualmente o que esta na lei: 6514/77 portaria 3214/78 Norma Regulamentadora n 4 a Piramede do Sesmt. Existe o lado social tambem, essa nova profissao conflita com a de TST e de Engenheiro de SST, Trabalho desde o ano de 2003 na area de sst em lugar nenhum nunca ouvi falar nessa area de Tecnologo, sim na de TECNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO, inclusive agora vamos contratar mais uns 6 la na empresa.

Lara Werneck disse...

Serã um grande absurdo se o MTE regulamentar junto ao SESMT essa profissao criada por Universidades para vender para otarios "TECNOLOGO de sei la o que" para conflitar com o licito Engenheiro de Segurança do trabalho e Tecnico de Segurança do Trabalho, te pergunto irao fazer o que assinar laudos, fazer a mesma atribuição do TST, nao tem logica isso foi criado por universidades com o intuito de criar mais uma função e lucrar com isso.

Lara Wermack
Engenheira de Segurança do Trabalho

Empresario disse...

Sou contra relativamente a criação de mais uma profissao no sesmt, Ja temos Engenheiro , Tecnico de Segurança, Aux Enfermagem, Enfermeiro e Medico, nao fazem nada o dia inteiro mais um para pagamos para nao fazer nada , se precisamos temos o Engenheiro para criação de novas tecnologias e o Tecnico para implementação , Nao Precisamos de nenhum tecnologo pergunto para queeeeeeeeeeeeeee......

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!,Agora entenderam meu pensamento no comentario passado, criar mais uma nem posso considerar como profissao e FUNÇÃO de TECNOLOGO para que meu Deus mais um chato.

JU Profissional 35 anos de Experiencia disse...

Posso estar enganada, mais vai ser muito dificil alterarem o Qaudro II da NR 4 nnão e tao simples alterar e pronto teria que alterar toda NR 4 Classificação de risco numero de dimensionamento de CNAE GRAu de risco, teria que haver um novo estudo, regulamentar a lei no legislativo, Votação no congresso Nacional, passar pelo Senado e nao tr veto da Presidencia da Republica , Nçao e tao simples tentaram alterar com outras profissoes Ex Psicologo do Trabalho, Ergonomista do Trabalho, etc...
As empresa podem contratar Psicologos, Ergonomistas, mais transformar numa obrigação legal nao e tao simples assim , essa profissao deve continuar mais fazer parte do Sesmt tenho minhas duvidas. conheço a Nr 4 desde a sua criação o quadro II nunca conseguiram alterar e a Profissao de TST nao e so regulametanta pela NR 4 passa tambem pela NR 27 por enquanto e uma lei.

Profissinal na area de SST a mais de 35 anos.

Anderson disse...

Ainda bem que eu pesquisei antes de começar na area de SST, Eu iria começar o curso de tecnologo, estou pesquisando e estou vendo que nao ha regulamentação legal, estou desstindo da area de tecnologo vou me matricular no curso Tecnico de Segurança do trabalho, nao quero perder tempo e jogar meu dinheiro no lixo fuiiiiiiiiiiiiiiii.

Anônimo disse...

Aos Tecnólogos,
Colegas fiz o curso Técnico e trabalho na área já faz alguns anos, onde trabalho foi exigido um titulo superior,então fiz o único curso oferecido no Brasil a nível de graduação na área de segurança no trabalho, me formei como Tecnólogo e fiz uma especialização (pós graduação), hoje estou cursando Engenharia de Produção com aproveitamento de matérias, ou seja, graças a minha graduação (Tecnólogo) entrei no segundo ano de Engenharia e garanto a vocês, na minha turma se alguém fizer pós em Engenharia de Segurança, vão sair uns Engenheiros de merda.
Conselho aos Técnicos, vão estudar seus merda.
Conselho aos Engenheiros, vão aprender com os técnicos a trabalhar.
Conselho aos Tecnólogos, façam o curso Técnico garanto que vão ensinar os colegas e até mesmo alguns professores, e pra quem gosta de calculo façam engenharia que na pós vocês vão tirar de letra.

TITO disse...

Mas QUE CAGADA ,QUE CAGADA HEIN! , MAIS QUE CAGADA , quem cursa ou cursou esse curso de Tecnologo, sabe que fez uma CAGADA , jogou dinheiro na LIXO.
essa profissao inventada nao serve para nada, so para encher grade de materias de outro curso, QUE CAGADA! MEU CAMARADA SABE QUE FEZ UMA CANGANCIA, QUE CAGADA!

Gyn disse...

Concordo com o colega de cima QUE LAMBANÇA Fez curso Tecnico depois Tecnologo, agora engenharia de Produção e pos graduação de nivel Tecnico, so dizendo mesmo "MAIS QUE CAGADA" Po salada de frutas tudo misturado, a ordem das coisas o Cronograma nao e assim 1 - Tecnico 2 - Graduação - 3 - Pos graduação, agora ao inves de fazer Pos graduação fazer um curso Tecnico..... Po que conselho ! , As coisas nao e como nos queremos existe uma ordem a seguir, Por esses motivos e outros que a Porfissao de Tecnologo nao e uma obrigação legal,.

SANTANNA disse...

Meu amigo , o problema e o seguinte ou vc faz um curso TECNICO e se torna Tecnico de Segurança do Trabalho ou Engenharia ou Arquitetura e em seguida faz uma pos graduação em Segurança do Trabalho ai sim curso Superior em Segurança do Trabalho nesse ramo a duas diferença ou voce e em TECNICO ou ENGENHEIRO ,uma das sua para voc escolher confromerme a lei aiiiiiiiii, sim se um dia mudarem estara na NR 4 ,Fora o contrario e como o colega citou la em cima E uma "CAGADA = CAGAR E SENTAR EM CIMA".

Maycon disse...

Ouvi falar que eles pretendem alterar esse curso de Tecnologo passara a ser de nivel de pos graduação para engenheiros ou arquitetos que quiserem se especializar em SST, esta proposta esta em discursao, fora o contrario nao virara obrigação legal pelo MTE.

Psicologo do Trabalho disse...

Lutamos quase a decada de 80 e parte da de 90 todadinha para tornar regulamentação legal psicologo do trabalho nao coseguimos fracassamos se essa profisao de Tecnologo conseguir entrar nos quadros do SESMT nos vamos quere tambem, ESTAMOS DE OLHO

SANTANNA disse...

Tao vendo mais uma cagada ,meu amigo vai catar coquinho por.... tenho que repetir nao vai conseguir nem pscologo nem tecnologo o sesmt e um grupo fechado e restrito vai conflitar com enfermeiro do Trabalho que praticamente ja faz o papel de psicologo nas empresas nao vai nao vai nao

ANONIMO disse...

SOU DO CONTRA NINGUEM ENTRA MAIS NO SESMT JA BASTA O QUE JA TEMOS MEDICO DO TRABALHO , ENFERMEIRO DO TRABALHO , AUXILIAR DE ENFERMEGEM DO TRABALHO ,ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E TECNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO, VC DISSE BEM LUTOU MUITOS ANOS E NAO CONSEGUIU, TRATE DE COLOCAR O RABO ENTRE AS PERNAS E SE RETIRAR NINGUEM VAI CONSEGUIR E OS TECNOLOGOS VAO TER QUE ENGOLIR OS TECNICOS E ENGENHEIROS DE SEGURANÇA DO TRABALHO , NAO E E NAO SERA UMA OBRIGAÇÃO LEGAL , LEI ISSO NAO E E NAO SERA..

Maycon disse...

SE acalmem repetindo:
Ouvi falar que eles pretendem alterar esse curso de Tecnologo passara a ser de nivel de pos graduação para engenheiros ou arquitetos que quiserem se especializar em SST, esta proposta esta em discursao, fora o contrario nao virara obrigação legal pelo MTE.

TITO disse...

Lendo de novo esses comentarios , MAS QUE CAGADA..., QUE CAGADA HEIN..., MAS QUE CAGADA... , lendo esses comentarios o cara que fez esse curso Tecnologo agora tambem Psicologo do Trabalho fez ,UMA CAGADA... , atras da outra.

Ela disse...

É lendo esse comentarios tenho que concordar em partes com meus colegas acima em lugar nenhum ha vagas para Técnologos de Segurança do Trabalho procurei para saber em média o salario o que eu vejo é muita vaga para Técnico de Segurança do Trabalho ou Técnico em Meio Ambiente, vendo esse quadro vou optar pelo Tecnico mesmo.

DIGA NAO HA ILUSAO disse...

Sonho Ilusorio, Meu caros amigos e mais facil alterarem a grade curricular do curso de Tecnico Segurança do Trabalho e mais facil esse curso Tecnologo virar pos graduação para Engenheiros de Segurança do que alterarem a NR 4 , a Profissao de TEcnico e Engenheiro ja e um marco no Brasil e no Mundo , eles nao vao alterar a lei prejudicando Tecnico e Engenheiros porque simplesmente criaram uma nova profissao ,haveria uma desordem total nas empresas e legislaçoes Regionais que seria tambem uma obrigação legal , pode ser novo ate melhor mais nao adianta e um MARCO REGULAMENTATORIO no Brasil e no mundo.Quem fez esse curso perdeu dinheiro e tempo.

Anônimo disse...

Estou cursando o tecnólogo e tranquilo em relação a profissão. Conheço dois tecnologos aqui em Natal/RN que tem bons empregos exercendo a profissão, NR 4 é mero detalhe.. Engraçado que os tecnicos (alguns) estão mais preocupados com a regulamentação dos tecnólogos, do que os próprios tecnólogos, os que postam comentários com "kkkkkkkkk" são os que tão mais com "o cú na mão" em relação a essa regulamentação. Calma galera, tem espaço pra todo mundo!

ELA disse...

E mais quanto que e em media o salario R$: de Tecnologo ,por aqui ja pesqusei procurei nao acho em lugar nenhum, procura tecnologo aparece Tecnico.

Engenheiro disse...

Po to com o cu na mao que eles vao quer contratar um Tecnologo 2,5 anos de curso" formação "Tecnologica" ou um Engenheiro de Segurança 5 anos de faculdade de engenharia + pos graduação , especializado em Fromação "TECNOLOGICA" Tambemm, Esse curso de Status de Nivel Superior veio para bater de frente com os Engenheiros de Segurança do Trabalho vamos ver quem ganha , Agora se virar regulamentação terao que invertar empresas de Grau de Risco 5 e 6 para atender a demanda , nao posso nem citar o Tecnico porquê TECNICO e TECNICO ja essa Função TECNOLOGO
e de nivel STATUS superior.

Anônimo disse...

O que um engenheiro ver de segurança do trabalho são 800 hrs da pós.. Esse pequeno tempo, ja lhe dar o direito de se denominar Engenheiro de segurança no trabalho. Acho pouco muito tempo!

Anônimo disse...

Acho muito pouco tempo *

Engenheiro disse...

E a sua opniao o que vc acha . Agora é diferente do que a lei diz que e licito e valido ao contrario do TECNOLOGO.

O meu refugio... disse...

Gente calma, o povo está perdendo a linha aqui! Antes de sermos técnicos, tecnólogos, Engenheiros, devemos ser’ Humanos’ de verdade a começar pela educação!
Existem pessoas que não tem grau de instrução...mas sabe ter educação e respeitar o próximo mais do que muitos aqui.
Galera vamos nos qualificar, estudar bastante. Não intereça se é Engº ou Técnológo...porém vamos fazer com AMOR! Éee isso ai mesmo.
Tanta gente brigando por ‘titulos’ etc... e pouca gente abraçando a causa de verdade. Segurança vai além dessas meninices.
Sou TST, amo o que faço, não é a toa que passei numa entrevista p uma Multinacional renomeada que esta em 112 países, com apenas 19 anos e sem experiência ganhando 3.175,00 enquanto tinham vários lá com experiência, cursando faculdade e tudo mais... e Meu engº falou: Menina eu vi em você Amor pela coisa! Segurança está no seu Sangue!
Isso me vale mais do que apenas um titulo. Sim, tecnólogo não esta na nr 4 ainda, mas um dia pode ser que esteja. Devemos torcer em ver o sucesso dessa área e não torcer para dar errado... Profissional de verdade não deve se preocupar com essas babaquices. VAMOS SER PROFISSIONAIS QUE SE IMPORTA DE VERDADE EM VER TODO DIAS OS FUNCIONÁRIOS IREM E RETORNAREM COM A SAÚDE E AINTEGRIDADE FÍSICA PARA SEUS LARES. Essa é o espírito da coisa! Acordem!
Bjs Apenas de uma TST feliz da vida ;)

anonimo II disse...

E Colega meus parabens fico feliz por voce , Bom porem ,mais isso nao da o direito de nos insulta!!
E eu realmente sou tecnologo e por um lado me arrependi acabei nao arrumando emprego narea tive que fazer o curso de TST para conseguir trabalho.

Anônimo disse...

Galera que ta cursando o tecnólogo, não vou postar aqui argumentos, mas vou dá um conselho, NÃO DESISTAM DO CURSO, não vão se arrepender pessoalmente e nem profissionalmente. ;)

Ela Pergunta disse...

Quanto que e em media o salario de um Tecnologo de Segurança do Trabalho.

Anônimo disse...

De acordo com o CBO, o engenheiro tem 85 funções que pode exercer, das quais 15 são exclusivas.. o Tecnólogo tem 88 funções, das quais 18 são exclusivas. As outras 70 são iguais para o engenheiro e o Tecnólogo, então isso me faz entender que o tecnólogo vai competir com o engenheiro. Mas sem alteração da NR 4 os tecnólogos sempre vão chupar o dedo! É A REALIDADE.

Tecnólogo em formação disse...

Respondendo ao comentário acima: blz, agora se a NR 4 um dia mudar os engenheiros que se segurem, so vai sobrar os verdadeiros qualificados. Engenheiro de segurança so existe no Brasil. O cara estudar 700 hrs e sair mandando nessa área, so no Brasil mesmo.

Arquiteto disse...

E verdade meu camarada, veja o meu caso me formei em arquitetura, fiz uma pos em segurança do trabalho, atuo como Engenheiro de Segurança a lei nos ampara e licito e Legitimo , Legal sei que a carga horaria e menor mas observe a NR 4 itens 4.4 e 4.4.1 subitens dispositivos a b c d e. e sera muito dificil mudadem esse quadro atualmente , outro dia desses conversei com um AFT , ele me informou que o MTE por enquanto nao pretende alterar o Quadro II da NR 4.

T disse...

O que e AFT.

Arquiteto disse...

AFT: Auditor Fiscal do Trabalho e um "fiscal" do Ministerio do Trabalho e Emprego , entendeu.

Anônimo disse...

Uma hora agente chega no ideal, mas um avanço para os tecnólogos em geral . http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/TRABALHO-E-PREVIDENCIA/438726-CAMARA-APROVA-REGULAMENTACAO-DA-PROFISSAO-DE-TECNOLOGO.html

Tecnólogo em formação disse...

Galera o IFPB ja está oferecendo o curso de tecnólogo em segurança do trabalho. Alguém acha que um instituto FEDERAL iria oferecer um curso "sem futuro"?

Santanna disse...

Venha para o lado da lei , Seja um profissional de verdade + TECNICO(A) DE SEGURANÇA DO TRABALHO OU ENGENHEIRO(A) DE SEGURANÇA DO TRABALHO, desfrute de todas as vantagens que a lei oferece para um profissional Reconhecido na lesgislação em vigor atualmente no mercado Brasileiro , antes de ingressarem no curso Supracitado , consultem LEI 7410 DE 27/11 DE 1985 E O DECRETO 92530 DE 09/04/1986 e revolgan-se as disposiçoes em contrario ehhhhhhh. Parece ate que estou de sacanagem mais e verdade, e a verdade DOI para os que ingressaram e querem que voce ingressem tambem , nao se conformam. (PERDERAM TEMPO X DINHEIRO) Machuca, DOI MUIIIIIIITO , sabe ! maltrata a alma e o corpo dessas pessoas e no fundo tambem são vitmas. do captalismo desenfreado a qualquer custo.

Tecnólogo disse...

Pronto tecnólogos, somos todos foras da lei agora, cuidado pra não serem presos.

Renê disse...

É a única defesa que vocês técnicos tem, é dizer que não está na NR4, e que não está regulamentado... uiuiui sou engenheirozinho sanitaristazinha viadinho de merda..., olhe em sua volta e veja como as coisas estão acontecendo.

Ela disse...

Quanto esta em media o salario de um Tecnologo ,quantinuo pesquisando e nao acho.

Anônimo disse...

Não sei a média, mas conheço um que ganha 1.700 R$, um salário razoável. Trabalha numa grande empresa de bebidas.

ELA disse...

Obrigada finalmente me reponderam , ninguem diz nada so BLÁ, BLÁ BLÁ E BLABALBLÁ, OBRIGADA TÁ.

Anônimo disse...

Blá Blá Blá,(inutil) , bravo hein !

Engenheiro quimico/segurança disse...

Não sei se daqui a 1, 5 ou 10 anos, mas tecnólogo entrar na NR-4 é questão de tempo, é o fluxo normal da coisa, uma hora ou outra vai acontecer.

gil lima disse...

ao tecnico de segurança como tambem ao engenheiro, discupem a indelicadeza mas vcs não tem o perfil do profissional a que se prepararam, pois conheço verdadeiros tecnicos e engenheiro que abraçam a nova profissão de tecnólogo e entendem que o profissional de segurança precisa sim ter mas tempo em sala de aula para até mesmo tentar mudar as estatisticas de acidentes no brasil, que não é satisfatória atualmente por conta de formação de técnicos "meia boca" que não orienta adequadamente sobre a questão de prevenção de acidente.Esse tempo perdido preucupado se o tecnologo será uma pedra no seu sapato deveria se utilizado para está tambem inserido na graduação em segurança do trabalho

Tecnólogo cursando disse...

Vamos estudar galera, bater boca não vai mudar nada. Estou cursando o tecnólogo, e fazendo o tecnico no Instituto federal da minha cidade, a distância, quero o diploma de técnico so pra facilitar minha entrada numa empresa, estando la dentro tenho certeza que o tecnólogo vai ser um diferencial. Então vamos estudar galera, vamos se profissionalizar cada vez mais, e não torcendo pra isso ou aquilo acontecer, ou não acontecer.

Na duvida disse...

Toma no cu ! caraca, po com esses comentarios ai em cima estou na duvida , vou sair fora dessa area , Se eu fizer o Tecnologo posso me tornar um clandestino no mercado, por outro lado o famoso Tecnico Segurança do Trabalho, tambem parece esta com os dias, meses ou anos contados, porra to saindo fora.

Nilows retorna! disse...

Seis meses se passaram depois do meu último comentário e conforme prometido pergunto: A lei para regulamentação do tecnólogo em segurança já foi aprovada? Já entraram na NR 4? Já estão fazendo concurso público pra nível superior ou médio técnico? Fatos, fatos, eu quero fatos, e não blá, blá, blá!

Anônimo disse...

Nilows so não entendo porque vocÊ é tao preocupado com isso, porque vc ta preocupado com "os fatos", realmente não entendo. Ja vi varios fóruns com esse debate que tem comentarios seus. Mas so por curiosidade, porque se preocupa tanto com isso? voce que como disse, é tecnico concursado e etc..

Trem Atomico disse...

Nillons , nada mudou talvez nem mude com um ano ou + 10 anos , o tecnologo em SST continua na CLANDESTINIDADE ,Não anterao o CNAE CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONOMICAS e nem o quadro II da NR 4, e mem criaram empresas grau de risco 5 ou 6.

Indigesto disse...

So espero que regulametem a Função de Tecnologo de Segurança do Trabalho , daqui a uns 25 anos. Quando todos os Engenheiros e Tecnicos de Segurança "Atualmente" estiverem aposentados , ai dani-se estaremos fora do mercado mesmo.. E o olho gordos desses FDP... Ditado Olho grande nao entra na China , é exatamente o que esta acontecendo. a 10 anos trabalho na area desde quando me formei e esses viados, quantinua insistindo nisso, "Graças a Deus o Tecnologo nao Colou no mercado , ficamos satisfeiros"

Nilows disse...

Não tenho nenhuma preocupação. Apenas gostaria que os tecnólogos se dessem conta de que foram enganados pelas faculdades a ao se darem conta, procurarem a justiça para recuperarem seu dinheiro gasto nos três anos do curso + os danos morais.

Anônimo disse...

E quando ao IFPB está oferecendo o curso? quem ta querendo enganar quem? O governo ta oferecendo um curso enganador com que intenção?


http://200.129.68.27/campi/patos/cursos/cursos-superiores-de-tecnologia/seguranca#section-3

E aqui no RN, o IFRN também ja vai abrir a primeira turma.

Tecnólogo disse...

huum, acho que é bom para os tecnólogos como eu, que os institutos federais comecem a oferecer o curso, porque reforça ainda mais a causa. Aqui na minha cidade, as empresas respeiram muito essa instituição, quero ver se vai ser assim com os tecnólogos de segurança.

Anônimo disse...

Nilows,

Vc tá por fora da realidade mesmo. Acorda. As pessoas procuram o curso para se aperfeiçoar, boa parte dos acadêmicos sabem a realidade da profissão. Um Técnico que procura uma graduação na área é a melhor e única opção. Um engenheiro que quer realmente aprender mais sobre segurança no trabalho faz a graduação na área pois é a única que tem. Cada um cuida do seu. Ou vc Nilows está ocioso no seu trabalho e fica postando bobagens para perturbar a vida dos outros. Opá Ocioso não né vc é funcionário público.

Nilows disse...

Pode ser o IFPB, IFS, IFAL, IFBA, o "IF" que você quiser, camarada, a questão é da instituição para o mercado de trabalho! Aí não têm suporte legal nas Leis para inserirem ou obrigarem as empresas te contratarem!!

Nilows disse...

Acorda vc e veja que SESMT significa Serviços !!!ESPECIALIZADOS!!! de Emgenharia e SEgurança do Trabalho! Nós que somos os especialistas no assunto e não o Tecnólogo e isso quem DIZ é a CLT e o MTE! Não necessito do conhecimento do seu curso (já ví a grade das matérias) e nem preciso provar que sou funcionário Público!

Nilows disse...

Corrigindo: SESMT - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho

CURIOSIDADE disse...

Qual e a GRADE CURRICULAR de MATERIAS do curso Tecnologo em Segurança do Trabalho, existe alguma diferença para grade do Curso para Tecnico de Segurança do Trabalho, nao e nenhuma demagogia , fiquei curioso , Quais sao as materias desse curso.

Anônimo disse...

Conhece o GOOGLE?

vai encontrar tudo que quiser la.

Experiencia vivida disse...

Meu amigo a pior escolha e disilusao da minha vida, experiencia que vivi, foi a minha falta de conhecimento e ter ingressado nesse curso de Tecnologo de Segurança do Trabalho ,juridicamente nao serve para nada,e quando arruma trabalho ganha 50 % menos que um Tecnico ,para nao ficar tanto no prejuizo ainda tive que fazer o curso de Tecnico Segurança do Trabalho , po fui naquela ne, faz o "Tecnologo e curso superior" eu e a turma inteira se arrependeu se decepcionou , geral teve que fazer o Tecnico ai sim consegui trabalho como TST , Tecnologo as empresas nao querem saber nao e Regulamentado.

Engenheiro disse...

Se liga gente, não se faz um curso superior apenas pelos salários ou porque está ou não nas normas regulamentadoras ou ainda que esperando alguma empresa te aceitar no mercado. Imagine um acadêmico de administração, qual a expectativa dele no mercado, de repente fazer um concurso público ou por sorte ingressar como gerente em uma grande empresa, porém a maioria vai trabalhar de auxiliar administrativo que nem piso salarial tem, e assim mesmo a procura pelo curso é grande. E existe uma explicação simples para isso: A busca incessante pelo conhecimento. Não seja um Técnico ignorante, melhore seus conhecimentos compartilhe suas idéias e não tente destruir os ideais dos outros. Se vc escolheu o curso errado, significa que entrou sem ao menos pesquisar o que era segurança no trabalho. Não sei que jurídico que te orientou, mas o Tecnólogo é de nível superior e inclusive pode dar aulas seguindo a carreira acadêmica, e lecionar para Técnicos que tanto pisoteiam este "Temido profissional".

Anônimo disse...

Esse Nilows deve ser desses senhores que pararam no tempo. Normal, toda área tem!

Nilows disse...

* ENGENHEIRO disse "Temido profissional" - Na onde que o tecnólogo é témivel? Não meu,caro vc só pode ser um FAKE pois não existe crescimento desse profissional no mercado! A não ser que me prove ao contrário.

* CURIOSIDADE perguntou a grade do curso do tecnólogo. Talvez pra vc pode ser muito quando souber, mas pra nós tecnicos não é nada que já tenhamos visto!

* ANÔNIMO disse que que parei no tempo. Meu tempo acompanha a CLT e o MTE, ou seja, somos atualissíssimos!! Ah,sou novo viu?

EXPERIENCIA VIVIDA disse...

RESPOSTA PARA ENGENHEIRO: NINGUEM FAZ UM CURSO DESSES SO POR HOBBY ,ISSO NAO EXISTE ,A MAIORIA DAS PESSOAS QUE CONHECI QUE FEZ O TECNOLOGO , COMO NO MEU CASO E DE OUTROS , FEZ POR ALMEIJAR ALGUMA EXPECTATIVA DE MELHORIA NO MERCADO DE TRABALHO E SE DECEPCIONARAM A SUA OPNIAO E UMA OPNIAO SUA " PROPRIA" E ISOLADA, O BLG ESTA NO AR PARA ISSO MESMO, DIVULGAR SUA EXPERIENCIA NEGATIVA OU POSITIVA, NO MEU CASO FOI NEGATIVA, E DIVULGO PARA QUEM QUER QUE SEJA, POR TANTO ENGENHEIRO FIQUE COM A SUA OPNIAO "SUA" E REAFIRMO TECNOLOGO NAO E TEMIDO EM LUGAR NENHUM NEM NO MERCADO DE TRABALHO QUE O CONSIDERA UMA FUNÇÃO COMO JA RELATADA ANTERIORMENTE POR OUTROS PARTICIPANTES "CLANDESTINA'.
ME DISPEÇO MUITO ATT.

A.F.de O. disse...

E vendo esses comentarios e engraçado veja o que aconteceu la na empresa,estavamos na expectativa por força de fiscalização para contratarmos um profisional de sst, reuniao vai com o DP reuniao vem " por desconnhecimento " ah vamos optar por um Tecnologo em SST, achavamos que e melhor que o Tecnico de Segurança tem nivel superior e etc... tudo bem , passou um determinado tempo veiao a fiscalizaçao, nao aceitou mostrou a norma NR para gente o que estava sendo exigido era contratação de um Tecnico de Segurança do Trabalho, resumindo tivemos que demitir o Tecnologo e contratar o tecnico de segurança do trabalho , nao ia nem me meter no assunto mas gozado o comentario de cima,"Engeneheiro respondendo" "dizendo nao sabe que jurico o orientou" tivemos essa experiencia com o tecnologo.

Gyn disse...

Caros companheiros, ja entraram hoje no site do MTE, publicaram a nova NR 36 com alteraçoes ne nr 13 e 16 , Eu pergunto cade a alteração da NR 4 ,quadro II, e meus amigos voces estao ferrados mesmos, Ja vi publicarem a Nr 32 ,33, 34 , 35 e agora 36 e a entrada de vcs tecnologos na nr 4 Nada. acho que nao tem interesses em voces " tecnologos".

Nilows disse...

Tá aí 3 argumentos que disseram tudo!

* EXPERIENCIA VIVIDA falou o que acontece com todos que fazem este curso:
- Falta de conhecimento, pois as faculdades e instituições enganam mesmo!!. Dizem que é um curso superior, promissor, contratação 100% quase certa!! É lá FORA que a realidade é bem diferente!Já salvei um colega de ter entrado nessa! Poderia acontecer comigo se não tivesse feito o técnico antes.

* A.Fde O. falou outra realidade:
- Têm empresas que contratam o tecnólogo por acharem que pode substituir o técnico ou engenheiro ( muitas vezes o confudem com o próprio tecnico). Bate uma fiscalização na porta com a NR 4 e qual o resultado?:demitem e contratam o técnico!! Outra: se a fiscalização souber que o tecnólogo está assinando algum laudo tecnico...ih, meu amigo, é multa certa!!

*Gyn disse uma coisa interessante que mencionei há seis meses atrás:
-Se o tecnólogo fosse "O Profissional do Futuro" já não passou da hora não? Mudam todo ano as normas e nada de vocês aparecerem? Cadê?

Obs: Tem uma jovem perto de casa que terminou o curso e há dois ano e que ouvia das proprias empresas que não contratam tecnólogo! Será por isso que ela anda depressiva ultimamente?

Tecnólogo em formação disse...

Rapaz, eu faço o curso de tecnólogo e pelo menos na faculdade onde faço, ninguém me engana não, muito pelo contrário, a coordenadora está sempre nos atentando aos desafios e dificuldades do tecnólogo no mercado, os possíveis caminhos que podemos buscar depois de formado, mas sempre deixa claro que não é facil devido a regulamentação, etc e etc.. Eu conheço tecnólogo dando aula, e conheço tecnólogo trabalhando na indústria, são casos raros, mas existem. Tem comentários aqui que se tipicamente idiotas. Hoje ainda, tecnólogo que se forma e acha que vai ter um vasto caminho abeto, ta enganado, porém, tecnólogo pode fazer pós-graduação, tanto Lato-sensu como Stricto-sensu, o que abre um leque de oportunidades e escolhas, coisa que o técnico nunca vai poder fazer, e só são contratados por empresas que são OBRIGADAS a contratá-los. Uma empreda que esteja realmente preocupada com a segurança no trabalho, não vai contratar so por obrigação, infelizmente a maioria tratam dessa forma, como uma obrigação a ser cumprida e só, enquanto isso o Brasil continua liderando o ranking de acidentes no trabalho. Enfim, eu faço meu curso e plena convicção do que eu estou fazendo, das dificuldades que vou encontrar e tudo mais, o engraçado é que tem gente mais preocupada com quem ta cursando do que os próprios. Acredito que uma pessoa ser enganada da forma que Nilows diz que os que fazem o curso são,é meio difícil dos dias atuais, num mudo tão informatizado. Eu soube de todas as dificuldades e mesmo assim resolvi entrar no curso, e so pra voce saber Nilows, 70 % dá minha turma é formada por técnicos de segurança.

Anônimo disse...

Tem um sub tenente da aeronautica, tecnico de segurança, que faz o curso comigo, e defende com unhas e dentes o curso de tecnologo em segurança, queria que todos que estão cursando e tem suas duvidas, pudessem ter uma conversa com ele, é um cara que consegue incentivar quem faz o curso, mesmo quando todos jogam o curso pra baixo.

Santanna disse...

Essa publicação de hoje da nova Nr 36 foi um tapa na cara de quem esta cursando o Tecnologo em SST a Nr 36 a muito tempos estava discutindo para ser uma norma de Gestão que incluiriam o tecnologo , acabou sendo de trabalho em ABATE, FRIGORIFICO , etc... e minha gente infelizmente esta cada vez mais distante o sonho de regulamentarem o Tecnologo, jurava que essa de hoje do MTE seria a regulamentação do sistema de gestao do Tecnologo.

Engenheiro disse...

Tecnólogo em formação, meus parabéns pelo comentário, aponta muito bem a realidade.
Aos que questionaram a frase "Temido Profissional" foi no sentido figurado, pois os comentários dos críticos passam a impressão de um medo ilusório.
A.F.de O., foi comentado que o Tecnólogo juridicamente não serve para nada, porém existem professores universitários tecnólogos atuando, como já dito por várias vezes o Tecnólogo não esta na NR-04 não adianta contratar para atender norma, mas ele pode seguir outros rumos.
Nilows, não sei o que quis dizer com a palavra "Fake", mas lembre-se que a nossa legislação esta desatualizada, seguir legislação velha nem sempre é a maneira mais segura de agir.

EXPERIENCIA VIVIDA disse...

Resposta para Engenheiro: O comentario de AFde O. e mais que relativamente CORRETO porem nao adianta contratar Tecnologo por mais que seja inovador para empresa em seguida ser autuada e ter dois gastos contratar um profissional nao regulamentado, a empresa ser autuada e depois mais gasts para demitir e ser obrigada a contrater um Tecnico de Segurança do Trabalho ou um Engenheiro de Segurança do Trabalho para assinar laudos e Programas, ja que o Tecnologo NAO E HABILITADO a isso e se a empresa insistir ser autuada pela NR 28, " Esse engenheiro esta fora da realidade mesmos e um insano sonhador"

Empregador disse...

E realmete tem razao nao adianta contratarmos tecnologo, porque e inovador so tambem por causa dos empregados e o patrao como e que fica, tem que ser um profissional que atenda aos dois lados Empregados e Empregador ,se contratarmos o tecnologo ate pode ser mais inovador mais nao isenta a empresa de ser autuada(LADO PATRONAL) nao atende os requisitos para empresa nao ser autuada e uma realidade , ano vou contratar dois profissionais o Tecnologo por que e algo inovador e um Tecnico de Segurança para atender a legislação "NAO" se nao e regulamentado exatamente conforme a norma diz e meio profissional"MEIA BOCA" em materia de segurança tem que estar tudo correto atendendo o lado dos empregados e do empregador.

Nilows disse...

Resposta ao Engenheiro:
* "Temido profissional foi no sentido figurativo...passam impressão de um medo ilusório" - Você quis rodear mas não saiu do lugar, não explicou nada!
*"Existem professores tecnólogos atuando...pode seguir outros rumos" - Tenha certeza que esses professores que ensinam não foram contratados porque eles são tecnólogos mas sim que eles têm outra faculdades, tenha certeza disso! Agora, outros rumos?? Me explique só uma!
*"As leis estão desatualizadas"- Veja o que Gyn escreveu e tente desmentir isso se as Leis não estão sempre se atualizando!
Fake=Falso. Vc diz ser engenheiro mas demostra que não conhece as Leis assim como os outros engenheiros. Então concluo que vc mente em dizer que é engenheiro pois se fosse e estivesse no mercado trabalhando veria a realidade do tecnólogo do trabalho! Você tem certeza que é um engenheiro??

Nilows disse...

Tecnólogo em formação disse: *"tecnólogo pode fazer pós-graduação" - aí vc vêem dizer que não é enganado? Olhe lá na NR 4.4.1 alínea a)e questione seu professor!
*"70 % dá minha turma é formada por técnicos de segurança" - Acredito, assim como eu sei que até se inscreveram no CREA ele fazem e sabe por quê? Porque são despreparados! Acham que ser técnico é ganhar dinheiro e apenas entregar EPIs.

Estagiaria de Engenharia disse...

Entendi o comentario acima do empregador ele quiz dizer por mais que op tecnologo seja mais preparado nao atende a legislaçao em vigor nao podendo fazer a CARIDADE de contrataro dois profissionas o Tecnologo para atuar em campo porque nao pode aparecer nem assinar nada e o tecnico que tem valor jurico pode assinar programas e aparecer para fiscalização, por tanto ele tem que contratar um so sendo o LEGAL perante a lei o Tecnico de Segurança do Trabalho , agora entendi.

Anônimo disse...

Olha a lógica do Nilows: se o cara for técnico e for fazer o curso de tecnólogo, este é despreparado.. Não dá pra levar um cara desses a sério, que está mais preocupado com os tecnólogos do que os próprios. Pois eu digo que tem tecnicos que cursam o tecnólogo, pelo menos que eu conheço que sabem muito mais do que você, que como ja foi dito aqui, parou no tempo. esse é o mal dos concursados!

Nilows disse...

Estagiária de Engenharia - Só uma correção: O tecnólogo não é mais preparado que um técnico e muita de suas matérias são desnecessárias para o campo de segurança!

Caro anônimo. por que têm tecnicos fazendo o tecnólogos? Porque ele acreditam, como vocês, que pode cair a regulamentação na NR 4 e aí eles passariam a ser contratado em grande escala e ganhariam o mesmo que engenheiro.Além disso se escrevem no CREA por crêem que como técnico é mais fácil de serem empregados, todos dois comprovam a mentalidade fraca pois estão indo pelos que outros dissem! São uns despreparados mesmos!
Vc disse que "parei no tempo"??? Vamos lá então: Só no ano passado fiz três cursos pagos pela empresa: NR 10, Treinamento da Cipa, e Higiene Ocupacional. Só Higiene Ocupacional custa em torno de R$ 1.400,00 reais durante 8:00 horas por dia, 5 dias inteiros da semana, realizado em Brasília-DF pelo digníssimo Sr. Marco Aurélio Luttgardes pela Revista Proteção. Na turma tinha gente da Petrobras, Codevasf, Sesi, BB, Vale e Infraero. Foram duas horas de viagem de avião e pretendo nesse ano fazer dois cursos: uma em Salvador e outra no Rio de Janeiro. Só por aí vc percebe que não sou fraco, né? Ainda parei no tempo?

Anônimo disse...

Ok Nilows, voce realmente se mostra ser um cara bem qualificado, retiro o "parou no tempo", mas não posso concordar com o que voce fala em relação a técnicos quem fazem tecnólogo. Na minha turma tem técnicos concursados como voce, que trabalha em grandes empresas, e devem morrer trabalhando la, ou seja, não precisariam de nada disso, porém buscam conhecimento, o que você falou, de que a grade do curso tecnólogo é descártavel pra você, é uma MENTIRA, pois tem muita coisa que concerteza vocÊ nao viu como técnico. voce pode não dá o braço a torcer, mas essa é a verdade. um curso tecnólogo soma muita coisa sim para um técnico. Você pode negar, mas no fundo tem medo que um dia o tecnólogo se regularize, por isso insiste tanto em jogar o curso pra baixo, so não entendo ainda porque. Em meio a isso tudo, parabenizo você por ser um cara que sempre argumenta bem, e debate sem precisar atacar ninguém.

Revolgam-se às Disposiçoes em Contrário disse...

Lendo esses depoimentos , é muito triste realidade do Tecnologo de Segurança do Trabalho.

Nilows disse...

Caro anônimo! Não esperava receber um elogio de um tecnólogo! Grato! Baseio minha opinião no depoimento de um tecnico que fez o curso tecnólogo apenas com interesse já citado além de lembrar da febre que foi pela procura do curso quando se iniciou.

Mas se o objetivo de alguns forem apenas aumentar conhecimento ou reforça-las aí faz sentido pois algumas matérias o tecnico também estuda, mas existem outras que são desnecessárias e possuem grades curriculares divergentes entre as próprias faculdades que administram o curso, sabia disso? Peguei duas delas com matérias, pra mim, dispensáveis:

Faculdade x
* Formação de empreendedores
* Introduzão a pesquisa científica
* Português Instrumental

Faculdade y
* Metodologia Científica
* Filosofia e cidaddania
* Fundamentos da administração
* Física
* Libras
* Educação em segurança do trabalho.

Minha preocupação não é que regulamentem o tecnólogo porque sei que nunca ocorrerá, a questão é ver jovens sonhando com um futuro e uma carreira gastarem suas economias, as vezes com muito sacrifício e preparo, descobrirem por conta própria e sentirem humilhados lá fora pelo mercado. Caro, anônimo! Vi isso nos olhos de duas moças que veio me pedindo um estágio e ao encaminhá-las para o setor ouvirem da própria boca da pessoa que não dão estágios para tecnólogos. Por isso sou contra as faculdades pois eles na ambição do dinheiro criaram o tecnólogo em seg. sem ao menos consultar as normas da MTE e as Leis da CLT, lançando por terra os sonhos de muitos! Uns 10 anos se passaram depois do primeira turma! Pensem nisso.


Nilows disse...

Comentarei nesse blog daqui a mais seis meses, então até outubro de 2013.

Tecnólogo disse...

Eu estou preocupado muito com legislação viu?! kkkkkkk. sou tecnólogo, trabalho numa grande empresa, e nas Terças e Quintas ainda dou aula pra futuros, técnicos, e estou muito bem de vida, modéstia parte. Claro que os técnicos vão se prender com toda força a legislação, é só isso que garantem, eles. Tecnólogos não percam tempo em fóruns como esse não, so aparece gente querendo derruba-los. Sou tecnólogo e vivo bem, porém estudei muito pra isso. Se prendam a estudar, não se preocupem com legislação. Cheguei a esse blog, porque um sobrinho meu que cursa o tecnólogo, vêio me falar das barbaridas que postam aqui, e tava todo receioso por causa de comentários que leu aqui. Realmente tem barbaridades de pessoa que estão preocupadas não sei com o que. kkkk' Sou tecnólogo com orgulho, e sou um profissional de sucesso dentro da minha formação. ;)

Tecnólogo disse...

Além do mais, estou para começar a fazer o meu mestrado, e em breve espero estar ajudando em sala de aula a formação de novos tecnólogos.

Regina disse...

Caros ,eu estou realmente sensibilizada , entendo porque esse curso de Tecnologo de Segurança do Trabalho sao de mais de 2400 hs, dao materias que nao tem nada a haver com a area (SST) encher linquiça veja : Educaçao de Segurança do Trabalho , Libras , Fisica ,Fundamentos da administração ,Filosofia e Cidadania, metodologia cientifica , portuques instrumental , introdução a pesquisa cientifica ,Formação de Empreeendedores o que isso tem a haver com Segurança do Trabalho
Estavamos em um seminario de Saude e Segurança do Trabalho e ela foi indagada sobre o assunto Tecnologo de Segurança e a resposta da Gerente de Recursos Humanos , e ela claramente , falou para uma plateia de aproximadamente 400 pessoas esse curso de Tecnologo de Segurança do Trabalho nao colou 1)Atenção esse curso nao e regulamentado na NR 4 e segundo e absolutamente dispensavel.2)As Materias sao pura filosofia Ilusoria e oprtunista na area de SST. Por esse e outro motivo o MTE nao tem interesse em regulamenta-lo. " Atenção pessoal"
" Esse curso deveria ser banido das instituiçoes de ensino que insiste em fazelo "

Tecnólogo em formação disse...

Regina, não sei onde voce viu essa grade aí, mas ainda bem que a que eu curso, não tem nada disso que voce falou, apesar deu achar que fisica poderia sim estar.
E ja vi gerente de RH falar coisas totalmente diferente do que essa que voce citou falou, cada um com sua opnião.

Anônimo disse...

Já estão no SESMT?
O mercado se interessa por gestor de segurança especializado em engenharia de segurança? Ou ele prefere um eng. Químico, civil, produção ou ambiental? Especializado em segurança?

Anônimo disse...

Vinheram. Kkkk. Vai lá gestor de segurança Mega Power estudado.

Marlon e Frank disse...

Poxa ! ainda bem que vi esse blog , estou canceland minha matricula para o curso de Tecnologo de Segurança do trabalho, todo mundo ta falanmdo que e a maior furada e um curso superior que na verdade quem conclui nao arruma emprego em lugar nenhum vou fazer mesmo e o Tecnico , agora entendi como e que funciona a mecanica do negocio.

Gonçalense - RJ disse...

Outro dia desses estava converçando com um engenheiro experiente na area de construção civil, ele me orientou "Se vou para area de Segurança do Trabalho", para min fazer o Tecnico de Segurança que e muito bem aceito no mercado ou uma Engenharia e fazer uma pos em Segurança do Trabalho , muitas vezes quem manda e o mercado de trabalho , esse tecnologo em Segurança e a maior "rabuda" muita gente que fez ta ai o no mercado sem pespectiva nao atua nem como Tecnologo nao a vagas para esse cargo e nem tecnico poquê nao tem curso tecnico. Tô fora vou fazer mesmo e o Tecnico.

Aluna do curso Tecnologa de SST disse...

Na minha Faculdade , turma de Tecnologo de Segurança do Trabalho, tem muita gente desistindo do curso no começo eram 25 pessoas agora so tem 11, o professor converça com o pessoal para fazer que e mais um onhecimento e a regulamentação pelo MTE vai sair logo, mas nao adianta o que tem de gente desanimando do curso ate eu tambem estou na duvida, algumas pessoas que tinha contato migraram para o curso Tecnico de Segurança do Trabalho, maior galerao o pessoal ta com medo de investir R$: alto no curso e nao ter espaço no mercado ja o que e regulamentado e valido e o Tecnico de Segurança do Trabalho ou Engenheiro com pos na area de Segurança do Trabalho " Eu P.S. estou na duvida" estou quase saindo tambem.

ANONIMO disse...

Sai, Sai logo dessa merda , Aluna ta na duvida , sai logo tem um monte de gente largando essa porra pra la, faça o que te garante empregabilidade no mercado de trabalho Tecnico ou Uma Engenharia com uma pos na area de Segurança ai sim te garanto e meprego certo e contar que e uma profissaço regulamentada, sai logo , sai logo dessa porra de Tecnologo.

TST disse...

Eu me inojo desses cursos obsoletos, eu sou tecnico de Segurança do Trabalho com orgulho ta no sangue.

Anônimo disse...

Vale a pena ler um pouco mais sobre os avanços " Tecnologia Segurança no Trabalho'

E aos amigos que tem ainda dúvidas sobre a qualidade da nossa profissão, vcs serão contratados não pela OBRIGATORIEDADE da NR4, mas sim pela sua qualificação, dúvidas leiam algumas publicações de entidades de classe:

http://www.confea.org.br/media/Proposta027_2010CCEEST.pdf

e também: http://www.cfq.org.br/rn/RN237.htm

e também http://www2.cfa.org.br/legislacao/resolucoes/2011/RN11412.pdf.

Leonardo Gotuzzo disse...

Sou Tec de Seg Trab a 15 anos, e sempre questionei porque a unica área e digamos a mais vital para que todos do sistema produtivo, cominhei num ambiente seguro nunca teve uma graduação?
pois simplesmente e Tec e Pós (superior e somente para as determinadas em uma lei OBSOLETA E ARCAICA, Lei 7410/85), isto AINDA estava MUITO ERRADA, pois bem agora temos um nivel superior na área e nossos queridos colegas ainda não abriram os olhos, pois isto APENAS QUALIFICA AINDA MAIS NOSSA ÁREA DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL, porque preenche uma lacuna deixada para tras por anos, aocnteceu que tudo que e novo passa por esta turbulencia, quando vejo em um debata como o aqui presenciado e em outros sites/blogers, fico surpreedido pois somos nós os profissionais da MUNDANÇA/QUEBRA DE PARADIGMAS, QUE ESTAMOS MAIS RESISTENTES COM ESTA NOVA REALIDADE - SUPERIOR EM SEGURANÇA NO TRABALHO, ESTOU MUITO FELIZ POR ISTO ESTA ACONTECENDO NO BRASIL, COISA QUE A MUITO TEMPO JA DEVERIA TER SIDO CRIADA, PARA QUALIFICAR NOSSA ÁREA.
PONTOS QUE VEJO AQUI SÃO OS MAIS ANTIGOS E COVARDE DE SEMPRE - CLUBE DO BOLINHA, FAZENDO A FAMOSA RESEVA DE MERCADO, (QUEM FAZ, QUEM PODE, QUEM ASSINA). ISTO TEM QUE ACABAR E COM A EVOLUÇÃO NÃO TEM BRINCADEIRA OU NOS ENQUADRAMOS OU ESTAMOS FORA. AMIGOS - QUALIFIQUEN-SE CADA VEZ MAIS, POIS AGORA TEMOS A GRANDE OPORTUNIDADE DE EVOLUIRMOS NA ÁREA.
Nivel Tec
Nivel Superior
Nivel Pós
Nivel Mestrado
Nivel Doudorado
Tudo na Área de Segurança e Saúde Ocupacional.

Bom as discuções são as mesmas, nè, ficarmos PREOCUPADOS com a legislação de defende que temos que estar numa empresa por OBRIGAÇÂO - isto e muito triste e vergonhoso, pois apenas 1% das empresas no brasil tem SESMT.

Paramos com isto e mostramos que somos NECESSARIOS o MAIS RAPIDO POSSIVEL.

A tem uma coisa, todo ser humano, não pode ter seu direito a trabalhar cerceado, a LEI diz que para Pós em Eng, de Seg tem que ter (SUPERIOR em ENG, ARQ, ARG), pois bem somente para Pós em Eng de Segurança, porque para fazer uma pós em qualquer outra eng, somente o superiror, em areas afins ou não, LEI ARCAICA e assim mesmo, mas ela esta fadada a ser eliminada, então, o LOGICO e ser possivel fazer com o NIVEL SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO.PORQUE NÂO ?
TEMOS QUE ACABAR COM O CLUBE DO BOLINHA, que diz este espaço e meu tu não entra aqui heheeheh
VIVA A EVOLUÇÂO E SEJAM BEM VINDOS TECNOLOGOS - O BRASIL AGRADECE E OS TRABALHADORES TAMBEM !!!

Leonardo Gotuzzo disse...

SUPERIOR EM TECNOLOGIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO

Sou Técnico em Segurança no Trabalho, formado a mais ou menos uns 15 anos e sempre questionei o porquê a única área e digamos a mais vital para que todos no sistema produtivo caminhem num ambiente seguro e de forma lucrativa nunca teve uma graduação?

Pois bem, como funciona esta questão no Brasil, e a seguinte ou temos profissionais de Nível Técnico ou profissionais nível Pós graduado, e a este dar-se o titulo de especialista em Engenharia de segurança no Trabalho, e tem mais um porem, somente para as determinadas em uma lei OBSOLETA E ARCAICA, Lei 7410/85), isto AINDA esta MUITO ERRADO. Pois bem agora temos um nível superior na área e nossos queridos colegas ainda não abriram os olhos, pois isto APENAS QUALIFICA AINDA MAIS NOSSA ÁREA DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL, porque preenche uma lacuna deixada para trás por anos, acontece que tudo que e novo passa por esta turbulência, quando vejo em um debate como o aqui presenciado e em outros sites/bloggers, fico surpreendido, pois somos nós os profissionais da MUNDANÇA/QUEBRA DE PARADIGMAS, QUE ESTAMOS MAIS RESISTENTES COM ESTA NOVA REALIDADE - SUPERIOR EM TECNIOLOGIA EM SEGURANÇA NO TRABALHO, ESTOU MUITO FELIZ POR ISTO ESTA ACONTECENDO NO BRASIL, COISA QUE HÀ MUITO TEMPO JA DEVERIA TER SIDO CRIADA, PARA QUALIFICAR NOSSA ÁREA.

PONTOS QUE VEJO AQUI SÃO OS MAIS ANTIGOS E COVARDES DE SEMPRE - CLUBE DO BOLINHA, FAZENDO A FAMOSA RESEVA DE MERCADO, (QUEM FAZ QUEM PODE QUEM ASSINA). ISTO TEM QUE ACABAR E COM A EVOLUÇÃO NÃO TEM BRINCADEIRA OU NOS ENQUADRAMOS OU ESTAMOS FORA AMIGOS - QUALIFIQUEN-SE CADA VEZ MAIS, POIS AGORA TEMOS A GRANDE OPORTUNIDADE DE EVOLUIRMOS NA ÁREA.

Nível Tec.
Nível Superior
Nível Pós
Nível Mestrado
Nível Doutorado
Tudo na Área de Segurança e Saúde Ocupacional.

Bom as discussões são as mesmas NE ? ficarmos PREOCUPADOS com a legislação que defende que temos que estar numa empresa por OBRIGAÇÂO - isto e muito triste e vergonhoso, pois apenas 1% das empresas no Brasil tem SESMT.

Vamos parar com isto e mostramos que somos NECESSARIOS o MAIS RAPIDO POSSIVEL.




E tem mais uma coisa, todo ser humano, não pode ter seu direito a trabalhar cerceado a LEI diz que para Pós em Eng, de Seg. no Trab. tem que ter (SUPERIOR/GRADUADO em ENG, ARQ, AGR,GEO), pois bem somente para Pós em Eng de Segurança, porque para fazer uma pós em qualquer outra Eng, somente o superior/graduador, em áreas afins ou não, LEI ARCAICA e assim mesmo, mas ela esta fadada a ser eliminada, então, o LOGICO e ser possível fazer com o NIVEL SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO.
PORQUE NÂO?

TEMOS QUE ACABAR COM O CLUBE DO BOLINHA!!! Que diz este espaço e meu e tu não entra aqui heheeheh

Leonardo Gotuzzo disse...

Obs.: Não esquecendo que antes de 1985, quando implementada a lei 7410/85 – Só existia o curso de Supervisor em segurança no Trabalho, com uma carga horária de 100 horas aula, talvez mais talvez menos, mas o importante e que se existisse internet naquela época o debate seria o mesmo, e agora porque estão vindo estes TECNICOS, para que servem eles? nos somos necessários damos conta do recado,(diriam os supervisores daquela época, tanto que muitos deles ficaram uma vida somente como supervisores nunca fizeram o técnico porque a lei garantiu isto para eles, uma barbaridade o profissional se qualifica e o outro não mas, tem a mesma garantia, somente porque tinha anos de experiência de área, não sabendo se buscou informação na área) Ha ia me esquecendo ta certo tem uma lei que obriga a empresa a ter TECNCIO DE SEGURNAÇA NO TRABALHO, e qualificação não precisa, por esta razão ainda tem tanta empresa contratando TST para ficar no RH e no ALMOX , duvido que com um nível superior isto continue com a mesmo freqüência do nível tec., onde as pessoas se formam e não compreendem a grandeza de serem TST, mas fazer o que o CLUBE DO BOLINHA SEMPRE EXISTIU HEHHEHHEHHEHH.

Temos que nos preocupar com coisas mais importantes:
TIPO:
Porque somente Eng e Med. do Trabalho podem ASSINAR LTCAT? QUAL A DIFERENCIAÇÃO em TERMOS DE CONHECIMENTO?
O MESMO VALE PARA O LAUDO DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE – POR QUÊ?
COMO VAMOS FAZER PARA ACABAR COM OS ACIDENTES NO TRABALHO?
SE NÃO EXISTE MODELO DE PPRA (PROGRAMA MAIS IMPORTANTE PARA A GESTAO EM SEGURANÇA NO TRABALHO DA EMPRESA – PRINCIPAL PROGRAMA), PORQUE OS AFT DO M.T.E. ENSITEM EM FALAR QUE TODOS QUE TEM NO MERCADO NÃO ENQUADRAN-SE NA NR9, BRINCADEIRA NE?
PORQUE PARA SERMOS PROFISSIONAIS DA AREA DE SEGURANÇA TEMOS QUE TER TANTAS QUALIFICAÇÕES NA NOSSA AREA E PARA FAZER UM CONSURSO PARA AFT/M.T.E, QUE VAI FISCALIZAR O NOSSO TRABALHO, NECESSITA APENAS TER QUALQUER GRADUAÇÃO, SENDO QUE ESTE VAI FISCALIZAR O TRABALHO DE QUEM TEM MAIS QUALIFICAÇÃO NA AREA? E FICANDO A MERCE DE DA SUA INTERPRETAÇÃO DA NORMA. E BRINCADEIRA OU QUEREM MAIS?

ONDE TEM NO MERCADO UM PROFISSIONAL LIGADO A LEVANTAMENTO DE RISCOS ESPECIFICO E PORQUE ESTA DISCIPLINA NÃO ESTA ENQUADRADA DIRETO NAS CADEIRAS DO NIVEL TEC. SUPER. E POS? PORQUE NAO E IMPORTANTE? VAIS LEVANTAR OS RISCOS COMO? POR OSMOSE ?

E TEMOS QUE IR A LUTA E APRENDER ESTAS COISAS TODAS NA PRATICA ESTUDANDO E LENDO MUITO.

TEMOS QUE LUTAR POR UM ENSINO NA AREA COM MAIS QUALIDADE


VIVA A EVOLUÇÂO E SEJAM BEM VINDOS TECNOLOGOS - O BRASIL AGRADECE E OS TRABALHADORES TAMBEM!!!

Engenheiro disse...

Nçao sei quem agradecem voces nem, o mte e o CREA e principalmente as NRs e o mercado de trabalho reconhecem voces " BOBAGEM".

Leonardo Gotuzzo disse...

Bobagem!!! confeso que não entendi o "bobagem", falta TOTAL DE ARGUNMENTOS contra FATOS!!! a REAÇÃO e esta mesmo.

Sem Contar que não coloca o nome "engenheiro"

Vem para uma discução seria sem rosto

Leonardo Gotuzzo disse...

COVARDE!!!

Engenheiro disse...

Não e necessario ter mas argumentos ( todos ja expressaram seus pontos de vista em relação a essa função) O demais a legislação formal expressa não preciso dizer mais nada nem discutir com iludido que envia "Bobagem" Não e regulamentado e ponto final "nao adianta esperniar que nao vai mudar a situação "se um dia estiver regulamentado ou seja valendo ai sim me procura para debater" Passar bem. "CUZAÕ"

Engenheiro disse...

Ah ! e se voce não sabe o que significa "BOBAGEM" procure no dicionario "o" inteligente "CUZAO"

Saudações!

Leonardo Gotuzzo disse...

Continua falando que vc não passa de uma babaca, e COVARDE, EM PLENA EPOCA DE MUDANÇAS E CARA LIMPE NÃO TEM CORAGEM DE VIR PARA UM DEBATA SERIO E HONESTO COLOCAR SEU NOME E ME OFENDER COM "CUZÃO" TENHO Q RIR POIS DE UM BABACA SEM ROSTE E NOME E PIADA E NÃO FALA NADA COM NADA, SO OFENDE, FAZ PARTE DOS DESESPERADOR EHEHEHEHEH, ESTÃO VENDO O TEMPO PASSAR E NÃO PODEM E NEM FAZEM NADA.

E LAMENTAVEL!!! E PARABENS AOS QUE VEM PARA ESTE DEBATE CONVERSAR E DIALOGAR

Leonardo Gotuzzo disse...

ContinuO falando que vc não passa de uma babaca, e COVARDE, EM PLENA EPOCA DE MUDANÇAS E CARA LIMPA, NÃO TEM CORAGEM DE VIR PARA UM DEBATE, SERIO E HONESTO E COLOCAR SEU NOME, VEM ME OFENDER COM "CUZÃO" TENHO Q RIR POIS DE UM BABACA SEM ROSTO E NOME E PIADA E VC NÃO FALA NADA COM NADA, SO OFENDE, FAZ PARTE DOS DESESPERADOS EHEHEHEHEH, QUE ESTÃO VENDO O TEMPO PASSAR E NÃO PODEM E NEM FAZEM NADA.

E LAMENTAVEL!!! E PARABENS AOS QUE VEM PARA ESTE DEBATE CONVERSAR E DIALOGAR

Leonardo Gotuzzo disse...

O que esta menina falou vale muito!!!
se todos se respeita-se desta forma serio muito legal!!!



O meu refugio... disse...
Gente calma, o povo está perdendo a linha aqui! Antes de sermos técnicos, tecnólogos, Engenheiros, devemos ser’ Humanos’ de verdade a começar pela educação!
Existem pessoas que não tem grau de instrução...mas sabe ter educação e respeitar o próximo mais do que muitos aqui.
Galera vamos nos qualificar, estudar bastante. Não intereça se é Engº ou Técnológo...porém vamos fazer com AMOR! Éee isso ai mesmo.
Tanta gente brigando por ‘titulos’ etc... e pouca gente abraçando a causa de verdade. Segurança vai além dessas meninices.
Sou TST, amo o que faço, não é a toa que passei numa entrevista p uma Multinacional renomeada que esta em 112 países, com apenas 19 anos e sem experiência ganhando 3.175,00 enquanto tinham vários lá com experiência, cursando faculdade e tudo mais... e Meu engº falou: Menina eu vi em você Amor pela coisa! Segurança está no seu Sangue!
Isso me vale mais do que apenas um titulo. Sim, tecnólogo não esta na nr 4 ainda, mas um dia pode ser que esteja. Devemos torcer em ver o sucesso dessa área e não torcer para dar errado... Profissional de verdade não deve se preocupar com essas babaquices. VAMOS SER PROFISSIONAIS QUE SE IMPORTA DE VERDADE EM VER TODO DIAS OS FUNCIONÁRIOS IREM E RETORNAREM COM A SAÚDE E AINTEGRIDADE FÍSICA PARA SEUS LARES. Essa é o espírito da coisa! Acordem!
Bjs Apenas de uma TST feliz da vida ;)
PARABENS!!!

Engenheiro disse...

Cretino ! deixa de publicar cretinisse , Covardão, ja disse não é para min que você tem que dizer nada a legislação ja diz tudo por mim, é a verdadeira e dura realidade, que te encomoda desse curso asim chamado de Tecnologo, em relação as ofenças reafirmo com certeza para você que começou as ofenças primeiro
E facil dizer corvarde na internet se me disse-se isso pessoalmente quebraria sua cara ao meio mais isso naõ vai acontecer estamos na internet e em estados diferentes diz! repeti , qunato mas o^ce me ofende so mstra mais o seu disispero pela verdade que doi," Não é regulamentado e não é bem visto no mercado de trabalho no Brasil" Entendeu o BOBÃO.

Engenheiro disse...

Palhação ! O que você publicou não passa de "letra morta" não é a realidade não esta previsto na legislação " Otario"

Leonardo Gotuzzo disse...

AINDA BEM QUE SEMPRE QUEM TEM RAZÃO - NÃO AGRIDE NINGUEM!!!

Leonardo Gotuzzo disse...

Classificação Brasileira de Ocupações

Descriçaõ:

2149 :: Engenheiros de produção, qualidade, segurança e afins






Títulos





2149-05 - Engenheiro de produção

Engenheiro de organização e métodos, Engenheiro de organização industrial, Engenheiro de planejamento industrial, Engenheiro de processamento, Engenheiro de processos




2149-10 - Engenheiro de controle de qualidade

Engenheiro de qualidade, Especialista em controle de qualidade e planejamento, Planejador de controle de qualidade




2149-15 - Engenheiro de segurança do trabalho

Engenheiro de segurança industrial




2149-20 - Engenheiro de riscos






2149-25 - Engenheiro de tempos e movimentos

Engenheiro de análise de trabalho




2149-30 - Tecnólogo em produção industrial

Tecnólogo em gestão dos processos produtivos do vestuário, Tecnólogo em produção de vestuário, Tecnólogo em produção gráfica, Tecnólogo em produção joalheira, Tecnólogo em produção moveleira, Tecnólogo gráfico




2149-35 - Tecnólogo em segurança do trabalho








Descrição Sumária





Controlam perdas de processos, produtos e serviços ao identificar, determinar e analisar causas de perdas, estabelecendo plano de ações preventivas e corretivas. Desenvolvem, testam e supervisionam sistemas, processos e métodos produtivos, gerenciam atividades de segurança do trabalho e do meio ambiente, planejam empreendimentos e atividades produtivas e coordenam equipes, treinamentos e atividades de trabalho.

FONTE: MTE

obs: se o MTE não tem competencia para descrever uma atividade e torna-la LEGAL ninguem mais tem, ainda bem que o FATO esta lá no site do MTE, para quem quizer e não para quem fecha os olhos, ja foi a profissão EXISTE.
fonte VIDA COM PALAVRAS VIVAS, MTE - MINISTERIO DO TRABALHO E EMPREGO.

Leonardo Gotuzzo disse...

Registro para tecnólogo passa a ser aceito em novos cursos




— registrado em: CFA


05/10/2011 13:45







Os profissionais graduados nos Cursos Superiores de Tecnologia em Transporte Terrestre, Informática para Gestão de Negócios; Segurança Pessoal e Patrimonial; Investigação e Perícia Judicial; e Saúde e Segurança do Trabalho já podem solicitar o registro profissional junto aos Conselhos Regionais de Administração (CRAs).



Os cursos foram incluídos na Resolução Normativa nº 374 que trata do Registro de Tecnólogo no Sistema Conselhos Federal e Regionais de Administração (CFA/CRAs). Uma das vantagens de ser um profissional registrado é ser reconhecido no mercado de trabalho como uma pessoa qualificada e apta a exercer a profissão. Além disso, contará com o respaldo do Sistema CFA/CRAs para proteger os diretos profissionais e pelo reconhecimento da profissão.



O diplomado em curso superior de tecnologia pode solicitar o seu registro no CRA do seu estado. Além dos documentos pessoais como identidade e CPF, o interessado precisa apresentar o requerimento de registro preenchido e o diploma de conclusão.



Contudo, é importante ressaltar que o curso esteja reconhecido pelo MEC. Para saber quais são eles, basta acessar o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia (http://catalogo.mec.gov.br). Atualmente existem muitas opções de cursos tecnológicos na área de Administração aprovados como, por exemplo, “Gestão Financeira”, “Gestão Pública”, “Gestão de Cooperativa” e “Gestão da Qualidade”.







Ana Graciele Gonçalves

Jornalista

Leonardo Gotuzzo disse...

obs: O MTE tem competencia para descrever uma atividade e torna-la LEGAL,Ja foi a profissão EXISTE. O negocio agora e estudar e fazer este curso, mas niguem e “OBRIGADO”, se o profissional quizer ele pode ficar na área, somente tecnica, ou alçar uma graduação, e depois uma especialização em Eng de seg, Ergonomia, Higiene ocupacional, Ambiental, e depois um Mestrado ou ate mesmo um doudorado, a unica coisa que não pode ser negada, e que esta profissão não veio para somar em nossa QUALIFICAÇÃO.
SE EM OUTRAS AREAS EXISTE ESTA POSSIBILIDADE, PORQUE SOMENTE NA SEGURANÇA QUE NÃO?

Leonardo Gotuzzo disse...

Outra coisa, não vejo necessidade de termos o Tecnologo na NR4, para que fazer uma Profissão ser obrigatoria, carregar o mesmo estigma dos Tecs que muitos somente são contratados por obrigação?
Acredito que temos que fazer as leis serem respeitadas e tirar esta obrigação, dai, se dara um passo a frente e passaremos a sermos NECESSARIOS em uma ORGANIZAÇÃO, sendo ela P/M/G. este e meu ponto de vista.
Ser contratado por NECESSIDADE !!!

Juliana Bandeira disse...

Nos aqui não concordamos a profissção tem que esta inserida na NR tem, que ser lei caso contraria fica muito subjetivo, concordo com a legislação tem que ser lei e tem que ter um orgção fiscalizador o MTE para auditar as empresas se não ninguem cumpre as NRS nem a parte dos Tec Seg e muito menos a dos Tecnolgos.

Engenheiro disse...

Pz... , ainda bem que vc, reconhece quem agride primeiro não tem razão, Como vc me agrediu primeiro "De Covarde" Não tem razão em nada.
Outra Palhaçada voce Publicou "Tem que parar com a obrigatoriedade da NR 4.
Assim vc não so prejudica o prorpio tecnologo mais todos os profissionais do SESMT. Por Exemplo aqui eu sou Engenheiro de Segurança do Trabalho e controlo mais 3 outros Tecnicos de Segurança.
se não fosse obrigatorio não contrataria 3 Tecnicos de Segurança, Os patroes so contrata porquê sabe que ~e obrigatorio cumprir a Lei e e auditado pelo MTE e internamente nas empresa cobramos o trabalho dos Tecnicos de Segurança, se não nao funciona, Veja o Caso de quem cursou o Tecnologo de Segurança, não vejo nenhuma empresa aqui no Estado contratando essa função para nada e quando contrata o salario e de 1/3 dos tecnicos de Segurança, não tem base legal em nada, para valer tem que ser regulamentado na LEI e muitos que se formaram nesse curso tiveram que partir para outra area ou se formar em Engenharia ou fazer o Tecnico de Segurança do Trabalho, E quem manda e o mercado de trabalho e não e meio duzia de palavras bonita que você publica que vai mudar isso , ja estou nesse ramo ha muito tempo e essa converça de Tecnologo ja escuto ha um tempão.

Leonardo Gotuzzo disse...

Primeiro Lugar, observem bem, nunca falei que as normas de segurança em todas as esferas, não serão obrigatoria,OU NÃO DEVEM SER OBRIGATORIA, jamais falei isto, o importante e parar de vez de obrigar as empresas a ter que contratar um profissional ou 3 ou 4 ou 5, somente porque esta na lei, pois, recolocando o que escrevi, as empresas somente, contratam porque e obrigatoriedade e não por necessidade, ai que esta a grande diferença de tudo isto, os TECNOLOGOS que encontraram, trabalho, estao muito bem e sendo muito bem aceitos, porque as empresas, tomaram esta iniciativa, eles estão ali por NECESSIDADE e não por obrigatoriedade de lei, a empresa fui buscar este profissional, por uma necessidade.

NECESSARIO - BEM ACEITO POR TODOS
OBRIGATORIO - NEM SEMPRE BEM ACEITO, DIFICULTANTO SUA AÇÃO, E SEU TRABALHO.
TEMOS QUE OBRIGAR CADA VEZ MAIS AS EMPRESAS A CUMPRIREM A LEGISLAÇÃO: GESTÃO, GERENCIAMENTO DOS RISCOS,SAÚDE OCUPACIONAL.
OBRIGAR A UMA EMPRESA A TER QUE CONTRATAR UM PROFISSIONAL PORQUE A LEI OBRIGA E ELA TER QUE PAGAR E COISA MUITA FORA DA CASINHA, ENTÃO SE TEM QUE OBRIGAR QUEM DEVERIA PAGAR SERIA O GOVERNO QUE A OBRIGA.
TECNOLOGOS NÃO VÃO POR ESTE CAMINHO DA OBRIGATORIEDADE, POIS TENHO CERTEZA QUE ISTO NUNCA VAI ACONTECER, POIS O QUE O GOVERNO ESTA ARMANDO, DE VERDADE E RETIRAR A OBRIGATORIEDADE DOS TSTs NAS EMPRESAS, O PONTA PÉ INICIAL JA FOI DADO, NR27-REVOGADA.
AGORA E UMA QUESTÃO DE TEMPO!!!
MAIS UMA VEZ FALO:
SEJAMOS NECESSARIOS!!!
TODOS - Tecnicos, Eng, Med,Enf,TecEnf do TRABALHO.

Engenheiro disse...

Você esqueceu de mencionar a NR 4 a NR 27 so trata do registro dos Tecnicos de Segurança do Trabalho antigamente era uma carteira que eles recebiam o numero do registo passou a ser direto na CTPS a verdadeira obrigatoriedade esta na NR 4 de acordo com o grau de risco da mepresa enquadrada no CNAE e a quantidade de funcionarios existe ai sim determina quantos TST Engenheiro, Medico aux de Enfemagem e Enfermeiro do Trabalho esta obrigada a contratar, isso nao tem haver com a NR 27 mais sim a NR 4, e agora explica isso, e outro lado e outro lado as empresas sao insensiveis a area de segurança do trabalho, seja para o TECNOLOGO ou TST, Engenheiro etc... , Elas se pudessem nao contrataria nenhum desses profissionais , estao pouco se importando se e "Necessario" ou Obrigatorio, elas por mais que faça nunca vão achar necessario elas tem esses profissionais por obrigação, essa ~e a REALIDADE. Entendo a sua tese de que não deveria ser obrigatorio, mas o Brasil naõ esta ainda preparado para isso , veja o Exemplo que aconteceu com o TECNOLOGO de SST e um curso superior, mas deviso nao esta previsto na NR ninguem que saber desse profissional, querem sim o que esta na NR, te digo isso por-que sou amigo de varios Empresarios e Engenheiros e todos eles comentam e discutido.

Juliana Bandeira disse...

Vamos deixar bem claro uma coisa! A nr 27 trata do modo como e feito o registro profissional do Tec de Segurança, não foi Revogado apenas mudou o mdo de como e feito, antigamente,demorava muito para se ter o registro o concluinte do curso dava entrada na documentação no MTE e como em Brasila so tinha 1 ou dois funcionarios para confeccionar as carteiras demorava em media 1 ano para pegar o registro profissional do Tec de Segurança, entao estava tendo muita reclamação, muita gente perdendo oprtunidade de emprego por causa do n de registro o MTE , revogou o modo de confecão das carteiras para o numero do registro no CTPS direto e na hora da entrada do concluinte do curso TST e a obigtoriedade da contratação dos profissionais do SESMT passa tambem pela nr 4 nr 18 e nr 22.

Engenheiro disse...

E juliana concordo com voce estou enviando a portaria GM n 262 de 2008 que trata do assunto:
MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 262 DE 29 DE MAIO DE 2008
(DOU de 30/05/2008 – Seção 1 – Pág. 118)
O MINISTRO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe conferem o
inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal, o art. 3º da Lei n.º 7.410, de 27 de
novembro de 1985, e o art. 7º do Decreto n.º 92.530, de 9 de abril de 1986, resolve:
Art. 1º O exercício da profissão do Técnico de Segurança do Trabalho depende de prévio
registro no Ministério do Trabalho e Emprego.
Art. 2º O registro profissional será efetivado pelo Setor de Identificação e Registro Profissional
das Unidades Descentralizadas do Ministério do Trabalho e Emprego, mediante requerimento do
interessado, que poderá ser encaminhado pelo sindicato da categoria.
§ 1º O requerimento deverá estar acompanhado dos seguintes documentos:
I – Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS, para lançamento do registro
profissional;
II – cópia autenticada de documento comprobatório de atendimento aos requisitos constantes
nos incisos I, II ou III do artigo 2º da Lei n.º 7.410, de 27 de novembro de 1985;
III – cópia autenticada da Carteira de Identidade (RG); e
IV – cópia autenticada do comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF).
§ 2º A autenticação das cópias dos documentos dispostos nos incisos II, III e IV poderá ser
obtida mediante apresentação dos originais para conferência na Unidade Descentralizada do Ministério do
Trabalho e Emprego.
Art. 3º Permanecerão válidos os registros profissionais de técnico de segurança do trabalho
emitidos pela Secretaria de Inspeção do Trabalho - SIT.
Art. 4º Os recursos interpostos em razão de indeferimento dos pedidos de registro pelas
unidades descentralizadas serão analisados pelo Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho –
DSST, da SIT.
Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 6º Ficam revogadas a Portaria SNT n.º 4, de 6 de fevereiro de 1992; a Portaria DNSST n.º
01, de 19 de maio de 1992; e a Portaria SSST n.º 13, de 20 de dezembro de 1995, que deu nova redação à
Norma Regulamentadora – NR 27.

Veja so alterou o tempo e como era feita a requisição do registros dos Tecnicos de Segurança do Trabalho era uma carteira passou a ser direto no CTPS bem mais pratico e rapido.

Engenheiro disse...

E juliana concordo com voce estou enviando a portaria GM n 262 de 2008 que trata do assunto:
MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
GABINETE DO MINISTRO
PORTARIA Nº 262 DE 29 DE MAIO DE 2008
(DOU de 30/05/2008 – Seção 1 – Pág. 118)
O MINISTRO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe conferem o
inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição Federal, o art. 3º da Lei n.º 7.410, de 27 de
novembro de 1985, e o art. 7º do Decreto n.º 92.530, de 9 de abril de 1986, resolve:
Art. 1º O exercício da profissão do Técnico de Segurança do Trabalho depende de prévio
registro no Ministério do Trabalho e Emprego.
Art. 2º O registro profissional será efetivado pelo Setor de Identificação e Registro Profissional
das Unidades Descentralizadas do Ministério do Trabalho e Emprego, mediante requerimento do
interessado, que poderá ser encaminhado pelo sindicato da categoria.
§ 1º O requerimento deverá estar acompanhado dos seguintes documentos:
I – Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS, para lançamento do registro
profissional;
II – cópia autenticada de documento comprobatório de atendimento aos requisitos constantes
nos incisos I, II ou III do artigo 2º da Lei n.º 7.410, de 27 de novembro de 1985;
III – cópia autenticada da Carteira de Identidade (RG); e
IV – cópia autenticada do comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF).
§ 2º A autenticação das cópias dos documentos dispostos nos incisos II, III e IV poderá ser
obtida mediante apresentação dos originais para conferência na Unidade Descentralizada do Ministério do
Trabalho e Emprego.
Art. 3º Permanecerão válidos os registros profissionais de técnico de segurança do trabalho
emitidos pela Secretaria de Inspeção do Trabalho - SIT.
Art. 4º Os recursos interpostos em razão de indeferimento dos pedidos de registro pelas
unidades descentralizadas serão analisados pelo Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho –
DSST, da SIT.
Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 6º Ficam revogadas a Portaria SNT n.º 4, de 6 de fevereiro de 1992; a Portaria DNSST n.º
01, de 19 de maio de 1992; e a Portaria SSST n.º 13, de 20 de dezembro de 1995, que deu nova redação à
Norma Regulamentadora – NR 27.

Veja so alterou o tempo e como era feita a requisição do registros dos Tecnicos de Segurança do Trabalho era uma carteira passou a ser direto no CTPS bem mais pratico e rapido.

Juliana Bandeira disse...

Não sei acho que o Sr : Gotuzzo, so leu a NR 27 (revogado). Não leu a portaria baixada GM 262/2008 PUBLICADA DOU.dessa propria NR 27.

Engenheiro disse...

(...ironiza) Acho , não resumindo não leu a portaria GM 262/2008 da Nr 27 do MTE. Se não como ja disse anteriormente nao teria publicado mais uma besteira(...)

Leonardo Gotuzzo disse...

SUPERIOR EM TECNOLOGIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO

Sou Técnico em Segurança no Trabalho, formado a 15 anos e sempre questionei porquê da única área, e digamos a mais vital para que todos no sistema produtivo caminhem num ambiente seguro e de forma lucrativa, nunca teve uma graduação?

Pois bem, no Brasil funciona da seguinte forma; Ou temos profissionais de Nível Técnico ou profissionais Pós graduados, e esse ultimo intitulamos de especialista em Engenharia de segurança no Trabalho, mas tem mais um porém nisto, somente para as graduações determinadas em uma lei OBSOLETA E ARCAICA, Lei 7410/85, isto AINDA esta ERRADO. Agora temos um nível superior na área e nossos queridos colegas ainda não abriram os olhos, pois isto não só apenas QUALIFICA NOSSA ÁREA DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL, além de preencher uma lacuna deixada para trás por anos. Pena que tudo que é novo passa por esta turbulência, quando vejo em um debate como o aqui travado e em outros sites/bloggers, ficamos surpreendidos, pois são os profissionais de segurança e saúde ocupacional, que devem ser os agentes da MUNDANÇA/QUEBRA DE PARADIGMAS, QUE ESTAMOS MAIS RESISTENTES COM ESTA NOVA REALIDADE - SUPERIOR EM TECNIOLOGIA EM SEGURANÇA NO TRABALHO.
ESTOU MUITO FELIZ POR ISSO ESTA ACONTECENDO NO BRASIL, COISA QUE HÀ MUITO TEMPO JA DEVERIA TER SIDO CRIADA, PARA QUALIFICAR NOSSA ÁREA.

PONTOS QUE VEJO AQUI SÃO OS MAIS ANTIGOS E COVARDES DE SEMPRE - CLUBE DO BOLINHA, FAZENDO A FAMOSA RESERVA DE MERCADO, (QUEM FAZ,QUEM PODE, E QUEM ASSINA). ISTO TEM QUE ACABAR, E COM A EVOLUÇÃO NÃO TEM BRINCADEIRA OU NOS ENQUADRAMOS OU ESTAMOS FORA AMIGOS! - QUALIFIQUEN-SE CADA VEZ MAIS, POIS AGORA TEMOS A GRANDE OPORTUNIDADE DE EVOLUIRMOS NA ÁREA

Nível Técnico
Graduado
Pós – Graduado (especialização, Mestrado, Doutorado, PhD)

Tudo na Área de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional.

Bom as discussões são as mesmas né? Ficamos PREOCUPADOS com a legislação, que defende que temos que estar numa empresa por OBRIGAÇÂO - isto é muito triste e vergonhoso, pois apenas 1% das empresas no Brasil tem SESMT.

Vamos parar com isto e mostramos que somos NECESSARIOS o MAIS RÁPIDO POSSIVEL.

E tem mais uma coisa, todo ser humano, não pode ter seu direito ao trabalho cerceado a LEI diz que para Pós em Eng, de Seg. no Trab. tem que ter (SUPERIOR/GRADUADO em ENG, ARQ, AGR,GEO), pois bem somente para Pós em Eng de Segurança, porque para fazer uma pós em qualquer outra Eng, somente o superior/graduado, em áreas afins ou não, LEI ARCAICA e assim mesmo, mas ela esta fadada a ser eliminada, então, o LOGICO e ser possível fazer com o NIVEL SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM SEGURANÇA DO TRABALHO.

PORQUE NÂO?

TEMOS QUE ACABAR COM O CLUBE DO BOLINHA!!! Que diz este espaço e meu e tu não entra aqui heheeheh

Leonardo Gotuzzo disse...

Obs.: Não esquecendo que antes de 1985, quando implementada a lei 7410/85 – Só existia o curso de Supervisor em segurança no Trabalho, com uma carga horária de 100 horas aula, talvez mais talvez menos, mas o importante e que se existisse internet naquela época o debate seria o mesmo, Tal como: E agora porque estão vindo, estes TECNICOS, para que servem eles? Nós somos necessários damos conta do recado, (diriam os supervisores daquela época, tanto que muitos deles ficaram uma vida somente como supervisores nunca fizeram o técnico porque a lei garantiu isto para eles, uma barbaridade o profissional se qualifica e o outro não mas, tem a mesma garantia, somente porque tinha anos de experiência de área, não sabendo se buscou informação na área ou não) Ha ia me esquecendo ta certo tem uma lei que obriga a empresa a ter TECNICO DE SEGURNAÇA NO TRABALHO, e a qualificação não precisa, por esta razão ainda tem tanta empresa contratando TST para ficar no RH e no ALMOX , duvido que com um nível superior isto continue com a mesma freqüência do nível tec., onde as pessoas se formam e não compreendem a grandeza de serem TST, mas fazer o que NE o CLUBE DO BOLINHA SEMPRE EXISTIU e ta ai comprovando isto HEHHEHHEHHEHH.
Temos que nos preocupar com coisas mais importantes:
TIPO:
Porque somente Eng e Med. do Trabalho podem ASSINAR LTCAT? QUAL A DIFERENCIAÇÃO em TERMOS DE CONHECIMENTO?
O MESMO VALE PARA O LAUDO DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE – POR QUÊ?
PORQUE EU TENHO QUE SAIR DA MINHA ÁREA DE ATUAÇÃO (SEGURANÇA NO TRABALHO) IR PARA OUTRA ÁREA COMPLETAMENTE DIFERENTE, ONDE NA MAIORIA DOS CASOS EM SUAS DISCIPLINAS DE GRADUAÇÃO SEQUER TEM ALGO COM SEGURANÇA NO TRABALHO, MUITAS DELAS.
PARA QUE EU POSSO FAZER UMA PÓS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA NO TRABALHO.
A RAZÃO DE TUDO ISTO E QUE OS UNICOS DOCUMENTOS QUE UM TECNICO DE SEGURANÇA NÃO PODE ASSINAR SÃO LTCAT E LAUDOS DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE.
ENTÃO SOU OBRIGADO A FAZER UMA GRADUAÇÃO EM OUTRA ÁREA PORQUE A LEI ARCAICA NÃO ME GARANTE ESTE DIREITO, SENDO QUE SE FOR FORMADO EM NIVEL SUP, E FOR FAZER UMA PÓS (EMG DE SEG) TEM QUE SER SOMENTE COMO DIZ A LEI, EM “QUALQUER” ENG OU ARQ/AGR/GEO. VOCES ESTÃO TODOS DE BRINCADEIRA NÉ? EM ACHAR QUE O SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM SEGURANÇA NO TRABALHO, NÃO VEIO PARA NOS FORTALECER AINDA MAIS NA AREA DE SEGURANÇA E SAUDE OCUPACIONAL (GESTÃO).
SIM, CLARO O DISCUÇÃO E SABER SE ELES FICAM DENTRO DA NR4, TA BEM, EU NÃO VEJO À HORA DESTA NR4, ACABAR, DAÍ FICARÃO OS PROFISSIONAIS QUALIFICADOS NO MERCADO, POR SUA NECESSIDADE E NUNCA POR SUA OBRIGATORIEDADE.
COMO VAMOS FAZER PARA ACABAR COM OS ACIDENTES NO TRABALHO?
SE NÃO EXISTE MODELO DE PPRA (PROGRAMA MAIS IMPORTANTE PARA A GESTAO EM SEGURANÇA NO TRABALHO DA EMPRESA – PRINCIPAL PROGRAMA), PORQUE OS AFT DO M.T.E. INSISTEM EM FALAR QUE TODOS QUE TEM NO MERCADO NÃO ENQUADRAN-SE NA NR9, BRINCADEIRA NE?
PORQUE PARA SERMOS PROFISSIONAIS DA AREA DE SEGURANÇA TEMOS QUE TER TANTAS QUALIFICAÇÕES NA NOSSA AREA E PARA FAZER UM CONSURSO PARA AFT/M.T.E, QUE VAI FISCALIZAR O NOSSO TRABALHO, NECESSITA APENAS TER QUALQUER GRADUAÇÃO, SENDO QUE ESTE VAI FISCALIZAR O TRABALHO DE QUEM TEM MAIS QUALIFICAÇÃO NA AREA? E FICANDO A MERCE DA SUA INTERPRETAÇÃO DA NORMA. E BRINCADEIRA OU QUEREM MAIS?
ONDE TEM NO MERCADO UM PROFISSIONAL LIGADO A LEVANTAMENTO DE RISCOS ESPECIFICO E PORQUE ESTA DISCIPLINA NÃO ESTA ENQUADRADA DIRETO NAS CADEIRAS DO NIVEL TEC. SUPER. E POS? PORQUE NAO E IMPORTANTE? VAIS LEVANTAR OS RISCOS COMO? POR OSMOSE?
E NOSSA SAINDA E A DE SEMPRE, TEMOS QUE IR A LUTA E APRENDER ESTAS COISAS TODAS NA PRATICA, ESTUDANDO E LENDO MUITO.
TEMOS QUE LUTAR POR UM ENSINO NA AREA COM MAIS QUALIDADE

VIVA A EVOLUÇÂO E SEJAM BEM VINDOS TECNOLOGOS - O BRASIL AGRADECE E OS TRABALHADORES TAMBEM!!!

Vilson disse...

Sr. Leonado: Não é clube do bolinha é a Lei! Conforme disse, antes tinha o supervisor mas essa Lei fez a mudança para o técnico! O tecnólogo para ser reconhecido tem que a Lei permitir isso, o que agora não aconteceu!

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 221   Recentes› Mais recentes»